Mercado abrirá em 2 h 49 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,09
    -0,52 (-0,72%)
     
  • OURO

    1.767,00
    +10,30 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    47.796,68
    -211,36 (-0,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.219,44
    -13,85 (-1,12%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.019,36
    -8,12 (-0,12%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.487,00
    -30,75 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1925
    +0,0077 (+0,12%)
     

Canal do Panamá estabelece nova via para evitar colisões entre navios e cetáceos

·1 minuto de leitura
(ARQUIVOS) Foto aérea de arquivo, tirada em 11 de maio de 2016, mostrando a nova expansão do Canal do Panamá

A administração do Canal do Panamá estabeleceu temporariamente uma nova via de navegação, nos acessos à rodovia interoceânica, para evitar a colisão entre os navios que cruzam a rota e os cetáceos que migram pelas águas panamenhas.

De 1º de agosto a 30 de novembro de 2021, os navios que entram no Canal "devem permanecer" dentro das áreas de navegação designadas no Oceano Pacífico "para reduzir o risco de cruzamento" com baleias e golfinhos.

Além disso, durante este tempo, os navios devem limitar a velocidade de navegação por essas áreas, acrescentou a Autoridade do Canal do Panamá (ACP) em um comunicado.

Atualmente, o Golfo do Panamá, no Pacífico, é um local de hibernação das baleias jubarte que chegam da América do Sul. Esses animais gigantescos podem ser vistos no arquipélago de Las Perlas, Isla Iguana, Montijo, Coiba e Islas Secas.

Grupos de golfinhos também podem ser avistados, principalmente o golfinho-nariz-de-garrafa e o golfinho-pintado-pantropical, as espécies mais comuns e abundantes no Pacífico Tropical Leste, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente do Panamá.

“Quando falamos em sustentabilidade no Canal, levamos em consideração a proteção e o bem-estar de todo o nosso ecossistema e biodiversidade”, disse o administrador do Canal, Ricaurte Vásquez Morales.

“Essas medidas mostram que uma pequena mudança pode fazer uma grande diferença quando nossa indústria trabalha em conjunto para priorizar a sustentabilidade”, acrescentou.

Desde 2014, o Canal do Panamá implementa diversas medidas estabelecidas pela Organização Marítima Internacional (IMO) para a proteção do mundo animal.

O seu desenvolvimento "reduziu significativamente" a probabilidade de interações e incidentes graves envolvendo baleias e outros animais e "garante a segurança marítima", acrescentou o ACP.

jjr/llu/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos