Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    47.762,05
    -2.429,50 (-4,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Terça Livre: canal bolsonarista ‘dobra’ YouTube e volta ao ar

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Allan dos Santos. (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
Allan dos Santos. (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

O canal bolsonarista Terça Livre, uma das mais populares plataformas da extrema-direita no Brasil, do influenciador Allan dos Santos, conseguiu retomar seu canal, que havia sido excluído pelo YouTube sob argumento de que ele havia infringido as regras de uso da plataforma.

Leia também:

Na manhã desta terça-feira (2), Dos Santos já comandava uma transmissão ao vivo em que comemorou o resultado de um processo que corria na Justiça e pedia a retomada do canal, sob ameaça de multa ao YouTube.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Dos Santos comemorou o que descreveu como uma “fronteira de liberdade na Big Tech” – termo usado para se referir às grandes empresas de tecnologia, como Google e Facebook.

Os ativistas da extrema-direita acusam essas empresas de limitar sua liberdade de expressão em casos de banimento, muitas vezes ligados a violações de regras, como espalhamento de informações falsas relacionadas à COVID-19 e até agressões verbais a outros usuários. Dos Santos também foi suspenso do Twitter por fazer agressões verbais de cunho sexual contra a atriz Maria Flor.

Dos Santos comparou a vitória na Justiça aos protestos da população de Búzios, no Rio de Janeiro, contra as medidas de isolamento social criadas para conter o espalhamento do novo coronavírus.

Ele classificou a retomada do canal como uma “vitória sem precedentes para o mundo”.

“Estamos em festa”, disse durante a transmissão. “Que Deus continue abençoando esse canal.”

Na mesma transmissão, Dos Santos divulgava o endereço do Pix de sua empresa, para transferências financeiras e doações de usuários. Quando o canal ficou fora do ar, ele avisou que o Terça Livre poderia “quebrar” e pedia doações para seus seguidores.

Entre as personalidades que também receberam agradecimentos durante a transmissão estava o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube