Mercado fechado
  • BOVESPA

    101.259,75
    -658,25 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.707,72
    +55,52 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,78
    -0,07 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.903,40
    -1,80 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    13.042,84
    +25,32 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,05
    -1,40 (-0,54%)
     
  • S&P500

    3.465,39
    +11,90 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    28.335,57
    -28,13 (-0,10%)
     
  • FTSE

    5.860,28
    +74,63 (+1,29%)
     
  • HANG SENG

    24.918,78
    +132,68 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    23.516,59
    +42,29 (+0,18%)
     
  • NASDAQ

    11.669,25
    +5,75 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6643
    +0,0542 (+0,82%)
     

Canadense Scotiabank supera meta para empreendedorismo feminino

Kevin Orland
·2 minutos de leitura

(Bloomberg) -- O Bank of Nova Scotia emprestou quase 2 bilhões de dólares canadenses (US$ 1,5 bilhão) a empresas lideradas por mulheres nos últimos dois anos, superando a meta que estabeleceu para essas companhias.

A quantia representa quase dois terços dos 3 bilhões de dólares canadenses que o banco destinou para os primeiros três anos da Iniciativa Feminina Scotiabank. Gillian Riley, responsável pelo programa e CEO do Tangerine (o banco online do Scotiabank), disse que os acordos variam de microempréstimos a financiamentos para empresas “muito maiores”, sem fornecer números específicos.

A iniciativa, que começou em dezembro de 2018 e anunciou a meta de empréstimos em setembro do ano seguinte, também atraiu mais de 2.000 participantes para os programas de educação e mentoria, que ganharam importância à medida que a pandemia aumentou as dificuldades para as empresas. Esses programas, agora oferecidos online, estão ajudando empreendedoras em esforços como a construção de sistemas de pagamento e canais de vendas online, segundo Riley.

“Especialmente nesta época da Covid, as pessoas se sentem um pouco mais isoladas”, disse Riley em entrevista. “Fiquei surpresa com o tanto que a oportunidade de criar redes de contatos foi aproveitada.”

Com sede em Toronto, o Scotiabank está compartilhando as lições aprendidas na iniciativa feminina com o governo do Canadá, que no mês passado anunciou a elaboração de um programa nacional de empreendedorismo negro. O programa inclui cerca de 221 milhões de dólares canadenses em investimentos do governo e de instituições financeiras do país para ajudar proprietários negros de empresas a se recuperar da pandemia e expandir seus negócios.

“Obviamente, o público é um pouco diferente, mas achamos que a estrutura pode ser adaptada para essa comunidade também”, disse Riley.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.