Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,65 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,24
    -0,03 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.858,20
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    32.617,09
    +139,12 (+0,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    667,63
    +57,63 (+9,45%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,02 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.767,30
    +135,85 (+0,47%)
     
  • NASDAQ

    13.435,50
    +74,00 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6547
    +0,0027 (+0,04%)
     

Canadá detecta dois primeiros casos de variante do novo coronavírus

·2 minuto de leitura
Remessa de vacinas da Moderna contra a covid- 19 chega ao Canadá em 24 de dezembro de 2020

O Canadá detectou os dois primeiros casos de contaminação pela nova variante do coronavírus registrada no Reino Unido, anunciaram neste sábado (26) as autoridades sanitárias de Ontário.

"Os casos são um casal de Durham, que não tem antecedentes de viagens, de exposições (ao vírus), nem de contatos de risco elevado", informou o Ministério de Saúde desta província, a mais populosa do país.

O casal foi colocado em isolamento, acrescentou o comunicado, no mesmo dia em que Ontário reinstaurou um confinamento de várias semanas devido a um forte crescimento da epidemia do novo coronavírus desde o começo de dezembro.

O Canadá suspendeu até 6 de janeiro todos os voos procedentes do Reino Unido após o aparecimento no país da nova cepa de covid-19.

Vários países anunciaram neste sábado ter identificado casos confirmados da variante britânica, como Itália, Suíça, Espanha e Japão, depois dos contágios notificados anteriormente por França, Alemanha, Líbano e Dinamarca.

A descoberta destes primeiros casos na província canadense "reforça a necessidade para a população de Ontário de ficar em casa o máximo possível e de continuar com as diretrizes de saúde pública, especialmente as de confinamento na província, que entram em vigor hoje", lembrou a médica Barbara Yaffe, encarregada adjunta das autoridades de saúde locais.

O novo confinamento em Ontário, que tem 14 milhões de habitantes, cuja capital é Toronto, durará 28 dias no sul da província e 14 no norte.

As novas normas proíbem especialmente as reuniões privadas em recintos fechados para além do círculo familiar. Os comércios essenciais, como as lojas de alimentação ou as farmácias, poderão permanecer abertos, mas outros estabelecimentos, como restaurantes, devem se limitar a despachar pedidos ou fazer entregas em domicílio.

O Canadá registrava neste sábado mais de 534.000 casos e mais de 14.700 mortos pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

et/vgr/rs/ll/mvv