Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.586,63
    +138,67 (+0,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Campos Neto presidirá conselho consultivo das Américas do BIS

Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em cerimônia em Brasília

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, será nomeado presidente do conselho consultivo das Américas do Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês), conhecido como o banco central dos bancos centrais, informou a autoridade monetária nesta segunda-feira.

O presidente do BC brasileiro sucederá John Williams, presidente do Federal Reserve de Nova York, dos Estados Unidos, e terá mandato de dois anos, com início em 9 de janeiro.

O conselho foi formado em 2008 e é composto por presidentes de bancos centrais de Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos, México e Peru.

O BIS tem sede em Basileia, na Suíça, e tem entre suas atribuições facilitar a colaboração entre os bancos centrais, conduzir pesquisas e dar suporte ao diálogo com outras autoridades envolvidas em temas de promoção da estabilidade financeira.

(Por Bernardo Caram)