Mercado fechará em 18 mins
  • BOVESPA

    101.149,36
    -35,73 (-0,04%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.846,43
    +637,33 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,90
    -0,30 (-0,41%)
     
  • OURO

    1.964,50
    -9,00 (-0,46%)
     
  • Bitcoin USD

    28.343,62
    +1.082,30 (+3,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    618,29
    +17,31 (+2,88%)
     
  • S&P500

    4.023,70
    +52,43 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    32.667,67
    +273,42 (+0,84%)
     
  • FTSE

    7.564,27
    +80,02 (+1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.192,40
    +407,75 (+2,06%)
     
  • NIKKEI

    27.883,78
    +365,53 (+1,33%)
     
  • NASDAQ

    12.975,00
    +242,50 (+1,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5710
    -0,0296 (-0,53%)
     

Campeão mundial em 2012, ídolo do Corinthians revela que treinava bêbado

Corinthians derrotou o Chelsea na decisão o mundial de 2012 (Foto: KAZUHIRO NOGI)


Um dos maiores ídolos da história do Corinthians, o polêmico ex-atacante Emerson Sheik revelou, em entrevista ao jornalista Benjamin Back, que já treinou muitas vezes bêbado no clube. As falas foram ditas no podcast "Benja Me Mucho", que vai ao ar na noite desta terça-feira.

​O jornalista questionou se o jogador já teria treinado embriagado, Emerson não titubeou e foi direto em sua resposta, ironizando os treinos que acontecem nas segundas-feiras.

+ Lesões, improvisações… Listamos 10 problemas do Real Madrid antes do Mundial de Clubes

O ex-jogador conta que teve a ajuda de um outro campeão pelo Timão para "passar batido" pelas broncas internas: o hoje técnico Fábio Carille, que na época era auxiliar de Tite.

- Muitas vezes (cheguei bêbado para treinar). Só que o seguinte, dificilmente isso chegava ao Tite. Na época, inclusive, o Carille era auxiliar do Tite, então ele fazia muito isso (encobertava sua situação). Por isso, tenho essa intimidade e parceria com o Fábio - explica.

+ Corinthians tem prazo para fechar o elenco e sonha com reforços de peso

Sheik diz ser contra os treinamentos no início da semana e, mesmo com as atividades agendadas, nunca deixou de aproveitar.

- Brother, segunda-feira não tem que ter treino. É uma parada meio maluca, não faz sentido nenhum. Porque, por exemplo, domingo você joga em casa, acaba o jogo, é dia (de curtir), não tem jeito. Libera a galera. E eu curtia - completa.

Pelo Alvinegro, Sheik foi campeão Brasileiro (2011), da Copa Libertadores da América (2012), do Mundial de Clubes (2012), Campeonato Paulista (2013) e da Recopa Sul-Americana (2013).