Camex nega pedido em caso de felpas da China

A Câmara de Comércio Exterior negou "por razões de interesse nacional" o pedido de suspensão do direito antidumping definitivo aplicado às importações brasileiras de tecidos de felpas longas originárias da China. A resolução foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União (DOU). O produto é usado na fabricação de cobertores.

O pedido de suspensão foi feito pela Fatex Indústria Ltda, alegando entre outros motivos a insuficiência de produção, que poderá levar a um desabastecimento; o aumento da importação de produtos finais e o aumento de preços de um produto de necessidade básica. Depois de ouvir os órgãos competentes a Camex concluiu que não há elementos suficientes para a suspensão do direito antidumping às importações.

Carregando...