Mercado abrirá em 4 h 18 min
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,47
    +0,65 (+0,78%)
     
  • OURO

    1.821,30
    +4,80 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    42.853,27
    -385,56 (-0,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.030,86
    +5,13 (+0,50%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.212,43
    -170,89 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    28.333,52
    +209,24 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    15.565,50
    -30,25 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3170
    -0,0004 (-0,01%)
     

Cálculo do rendimento da poupança sofrerá mudança; entenda

·2 min de leitura
Com o provável aumento da Selic, o cálculo da poupança sofrerá uma mudança sensível. (Getty Images)
  • Com provável aumento da Selic, a caderneta de poupança terá seu cálculo alterado

  • Alta da Selic não impacta somente a poupança, CDI também é afetado

  • Selic deve fechar o ano em 9,25%; possível aumento de 1,5%

O mercado está certo de que o Brasil vai terminar o ano com uma taxa de juros elevada. Atualmente em 7,75%, a Selic deve sofrer um novo aumento de 1,5% e terminar o ano em 9,25%. A próxima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) será nos dias 7 e 8 de dezembro.

Leia mais

Com mais uma mudança na Selic, a poupança também sofrerá mudanças. O cálculo do rendimento será alterado, pois, desde 2012, quando a taxa básica e juros está abaixo ou igual a 8,5% ao ano, a rentabilidade da poupança é de 70% da Selic, mais a Taxa Referencial, que foi zerada faz três anos e não tem previsão de mudança. Na época, a taxa de juros chegou em 7,25% e o governo Dilma queria evitar uma migração em massa de recursos de títulos públicos para a poupança.

Com a Selic atualmente em 7,75% ao ano —e com novas discussões em curso para tratar de uma eventual alteração na forma de cálculo da aplicação—, o rendimento equivalente da caderneta fica em torno de 5,42% ao ano.

Impacto da alta da Selic não atinge apenas a poupança

Porém, quando a Selic ultrapassa o patamar de 8,25%, o que deve acontecer na próxima reunião do Copom, o rendimento volta a ser o mesmo da ‘antiga poupança’. Ou seja, 0,5% mensais, mais a TR, o que corresponde a 6,17% ao ano. Apesar do aumento, o retorno segue ainda bem abaixo da inflação corrente —em 12 meses, o IPCA-15 avança 10,73%, até novembro. A última vez que a Selic esteve acima de 8,5% foi em setembro de 2017, quando era de 9,25%.

A alta da Selic não impacta somente a rentabilidade da poupança. Ativos pós-fixados atrelados ao CDI poderão ter aumentos e tirar a atratividade da poupança. Títulos públicos e Tesouro Selic negociados por meio da plataforma virtual Tesouro Direto, bem como CDBs de bancos de primeira linha com a cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) aparecem como alternativas de baixíssimo risco que entregarão rendimento superior ao da poupança nos próximos meses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos