Mercado abrirá em 7 h 51 min
  • BOVESPA

    111.878,53
    +478,62 (+0,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.674,83
    +779,20 (+1,82%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,27
    -0,01 (-0,02%)
     
  • OURO

    1.838,30
    +8,10 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    19.092,44
    +11,09 (+0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    374,82
    +9,91 (+2,71%)
     
  • S&P500

    3.669,01
    +6,56 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    29.883,79
    +59,87 (+0,20%)
     
  • FTSE

    6.463,39
    +78,66 (+1,23%)
     
  • HANG SENG

    26.681,20
    +148,62 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    26.810,89
    +9,91 (+0,04%)
     
  • NASDAQ

    12.480,00
    +25,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3619
    +0,0421 (+0,67%)
     

Caixa Seguridade publica prospecto inicial para IPO

SÃO PAULO (Reuters) - A Caixa Seguridade encaminhou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) prospecto preliminar para uma oferta pública inicial (IPO)de ações em distribuição secundária em que a Caixa Econômica Federal venderá parte de sua participação na empresa. A companhia, que reúne participações da Caixa Econômica Federal em seguros, não informou no documento detalhes sobre a participação que será vendida pelo banco no mercado, faixa de preço para os papéis, qual o valor total da oferta e cronograma da operação. Os coordenadores globais são BB Investimentos, UBS, Goldman Sachs, Bradesco BBI e Itaú BBA. A francesa CNP controla 51,75 por cento da Caixa Seguridade, ante fatia de 48,2 por cento da Caixa Econômica Federal. Fontes afirmaram à Reuters mais cedo neste mês que a Caixa pode levantar cerca de 10 bilhões de reais com a venda de cerca de 25 por cento do capital da seguradora, que teve lucro líquido de cerca de 1 bilhão de reais no primeiro semestre deste ano. Os recursos a serem levantados com o IPO podem ajudar o governo federal a reduzir o seu déficit orçamentário. Além da Caixa Seguridade, a empresa de resseguros IRB Brasil RE também enviou à CVM prospecto para uma oferta secundária de ações ordinárias. (Por Alberto Alerigi Jr.)