Mercado abrirá em 3 h 48 min

Caixa Seguridade diz que "até o momento" Caixa não informou mudanças em IPO

SÃO PAULO (Reuters) - A Caixa Seguridade informou nesta terça-feira que "até o presente momento" seu controlador, o banco estatal Caixa Econômica Federal, não alterou planos para a oferta inicial de ações (IPO) de seu braço de seguros e previdência.

O comentário foi feito depois que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pediu esclarecimentos à empresa sobre notícia publicada pela Reuters na segunda-feira que afirma que a Caixa decidiu suspender a oferta em meio à turbulência das bolsas de valores causada pela forte queda nos preços do petróleo e temores dos investidores sobre a epidemia de coronavírus.

"A respeito da notícia veiculada, esta companhia esclarece que a suspensão do processo de oferta pública de ações de sua emissão é decisão que cabe ao titular das ações (Caixa) e que até o presente momento a Caixa não formalizou qualquer mudança de decisão acerca da oferta", afirmou a Caixa Seguridade em comunicado.

"A Caixa Seguridade em conjunto com a Caixa e sindicato de bancos monitoram a conjuntura atual do mercado financeiro e avaliam as possíveis implicações deste novo contexto para o processo da oferta", acrescentou a companhia.

O IPO da Caixa Seguridade pretende levantar mais de 10 bilhões de reais e é a maior oferta de ações esperada até agora para 2020.