Mercado abrirá em 2 h 19 min

Caixa anuncia novo modelo de negócio com foco em médias empresas

Juliano Passaro
Caixa anuncia novo modelo de negócio com foco em médias empresas

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta segunda-feira (13), que terá um novo modelo de negócios com foco em aumentar os negócios com as empresas de médio porte e diversificar as receitas da instituição.

“Essa estrutura incrementa a capacidade negocial e operacional da Caixa para ampliar negócios com médias e grandes empresas, garantindo competitividade na execução da estratégia de negócios do banco”, afirmou Eduardo Dacache, vice-presidente de atacado da Caixa.

A instituição financeira comunicou que o novo modelo possui segmentação de clientes, uma alta oferta de produtos e serviços, e novas unidades serão abertas com equipes especializadas e focadas nas áreas que a Caixa têm forte influência, como as de infraestrutura e construção civil, além também do agronegócio.

Hoje em dia, a Caixa possui uma carteira de clientes do atacado com mais de 20 mil companhias, com créditos que chegam a R$ 75 bilhões. As carteiras de infraestrutura têm saldo de R$ 43 bilhões. Atualmente, porém, a instituição concentra sua carteira de crédito apenas em grandes companhias.

Organização do novo modelo de negócio da Caixa

A Caixa abriu 59 escritórios em todo Brasil para o funcionamento desse novo modelo de negócio. Do total, 51 unidades estão focadas no atendimento de médias empresas, com faturamento bruto fiscal que fica entre R$ 30 milhões e R$ 500 milhões por ano. As outras oito unidades são para o segmento corporativo, que engloba empresas que possuem faturamento anual de mais de R$ 500 milhões.

Veja também: Nova Futura inclui Magazine Luiza, JBS e IRB na carteira semanal

A Caixa terá 1200 funcionários dedicados apenas ao relacionamento e desenvolvimento de soluções para os clientes do segmento do mercado de atacado. “Vamos entregar mais valor ao cliente e com isso capturar resultado para o banco”, disse Dacache.

O vice-presidente de atacado do banco disse também que a Caixa quer liderar o mercado de middle market. “Queremos nos consolidar como banco da média empresa, aumentando a participação nos negócios dentro desse nicho, com a oferta completa de produtos e serviços e atendimento segmentado, focada nas necessidades desse mercado”, finalizou.