Mercado abrirá em 6 h 22 min
  • BOVESPA

    130.091,08
    -116,88 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.908,18
    -121,36 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,63
    +0,51 (+0,71%)
     
  • OURO

    1.862,60
    +6,20 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    40.411,75
    +14,46 (+0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.002,20
    -8,41 (-0,83%)
     
  • S&P500

    4.246,59
    -8,56 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.299,33
    -94,42 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.510,15
    -128,38 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    14.046,75
    +16,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1177
    -0,0002 (-0,00%)
     

CAF confirma novo adiamento das eliminatórias africanas para Copa do Mundo

·1 minuto de leitura
Taça da Copa do Mundo

CIDADE DO CABO (Reuters) - A fase de grupos das eliminatórias africanas para a Copa do Mundo, que deveriam começar em junho, agora terão início em setembro, a segunda vez em que os jogos são adiados devido à pandemia, informou a Confederação Africana de Futebol (CAF) nesta quinta-feira.

A CAF disse em um comunicado que a decisão foi tomada conjuntamente com a Fifa "levando em consideração o transtorno atual causado pela Covid-19 e a necessidade de garantir condições de jogo ideais para todos os times".

Jogos das eliminatórias já haviam sido adiados em outubro passado devido à pandemia.

Nesta semana a CAF emitiu uma lista de estádios aprovados para as primeiras duas rodadas de eliminatórias, o que deixou um quarto dos 40 times que disputam vagas para Catar 2022 sem um campo no qual disputar suas partidas em casa.

Entre os afetados está o Senegal, que disputou a Copa do Mundo da Rússia de 2018, e o Mali, uma das seleções que encabeçam as chaves das eliminatórias.

Burkina Faso, República Centro-Africana, Libéria, Maláui, Namíbia, Nigéria e Serra Leoa também foram prejudicadas.

Ainda existem preocupações com as restrições de viagem impostas a jogadores chegando da Europa, muitos dos quais perderam a rodada final das eliminatórias de março para o Campeonato Africano de Nações de 2021 devido ao fato de alguns países-sede estarem nas "listas vermelhas" de nações europeias por causa da pandemia.

(Por Nick Said)