Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.849,18
    -2.211,89 (-5,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Cade prorroga até julho prazo para analisar a compra da Linx pela Stone

·1 minuto de leitura

(Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) informou nesta quarta-feira a prorrogação por mais 90 dias do prazo para análise da compra da Linx pela StoneCo.

O julgamento foi adiado na sessão anterior, em 12 de maio. Assim, o assunto estará na pauta da próxima reunião do Conselho, agendada para 16 de junho.

"Com a prorrogação do prazo, o Tribunal terá até julho para julgar o ato de concentração", afirmou o Cade.

A Stone anunciou em agosto do ano passado acordo vinculante para unir sua área de software com a Linx, com os termos sofrendo ajustes desde antão e a operação sendo aprovada pelos acionistas das duas empresas em novembro.

Em março deste ano, a Superintendência-Geral do Cade recomendou a aprovação, sem restrições, da combinação de negócios das companhias.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos