Mercado fechado

Cade aprova, sem restrições, acordo entre Embraer e Boeing

Murillo Camarotto

Avaliação é de que a aquisição não tem efeitos na concorrência, já que as duas empresas não disputam o mesmo mercado de aeronaves A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta segunda-feira (27) a aquisição da divisão de aviação comercial da Embraer pela Boeing. Como foi aprovada sem restrições, a operação não precisa passar pelo plenário do órgão antitruste.

A avaliação é de que a aquisição não tem efeitos na concorrência, já que as duas empresas não disputam o mesmo mercado de aeronaves.

Na avaliação de conselheiros, independentemente de visões estratégicas sobre o negócio, a análise do Cade deve se ater aos aspectos concorrenciais.

Divulgação