Mercado fechado

C6 pode ganhar 10 milhões de clientes da TIM, diz Credit Suisse

Cristiane Lucchesi

(Bloomberg) -- O Credit Suisse estima que cerca de 10 milhões de clientes da TIM poderão a passar a realizar transações financeiras na plataforma do C6 em um prazo de dois anos com a sociedade entre a empresa de telefonia e o banco digital para oferta integrada de produtos, divulgada hoje.

“Parece razoável supor que 20% da base corrente dos clientes da TIM passe a ser cliente do C6, o que transformaria a fintech no maior banco digital do mundo,” disse José Olympio Pereira, presidente no Brasil do Credit Suisse, que assessorou o C6 na transação.

Segundo o acordo, à medida que a TIM for levando seus clientes ao C6, ela vai aumentando sua participação no capital do banco, que nunca chegará a ser majoritária, disse Tiago Galli, chefe da área de parceria de telecom do C6. O banco, criado em agosto do ano passado por ex-sócios do BTG Pactual, tem hoje 1,5 milhão de clientes, segundo ele.

Várias empresas de telefonia estão passando a oferecer serviços financeiros e a TIM optou por uma parceria, que é inédita no país, disse Ilan Goldfajn, presidente do conselho do Credit Suisse no Brasil.

Filipe Costa, executivo do banco de investimento que cobre as áreas de instituição financeira e tecnologia do Credit Suisse, vê grande potencial para os parceiros no desenvolvimento de produtos conjuntos com base no compartilhamento de dados sobre os clientes.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.