Mercado abrirá em 1 h 34 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,91
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.924,90
    -5,90 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    23.410,93
    -403,89 (-1,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    534,50
    -10,81 (-1,98%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.838,38
    +18,22 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.650,75
    -196,00 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4973
    +0,0076 (+0,14%)
     

Células ciborgues: cientistas criam híbridos que podem ajudar a prevenir doenças

Em artigo publicado na revista Advanced Science, pesquisadores descreveram a criação de células ciborgues, que são verdadeiros híbridos entre células naturais e sintéticas. A invenção pode ajudar a área da saúde, ao prevenir ou tratar doenças.

A ideia dos especialistas é unir "o melhor dos dois mundos", considerando que células naturais podem realizar tarefas complexas, mas o fato de se replicarem pode causar preocupações de segurança em aplicações biomédicas, enquanto uma célula artificial pode garantir materiais não replicantes em uma função definida e controlável, mas não possui a complexidade bioquímica às vezes necessária.

Com isso, os autores do artigo pretendem suprir as limitações, com o desenvolvimento de um híbrido. Para criar esse material, o grupo montou uma rede de polímeros sintéticos dentro das células bacterianas, tornando-as incapazes de se dividir.

Conforme explicam os responsáveis pela pesquisa, essas células recém-construídas podem preservar as funções essenciais de uma célula natural e adquirir novas habilidades para resistir a estressores que, de outra forma, matam as células naturais.

Cientistas criam híbridos de células sintéticas e naturais, capazes de ajudar a prevenir ou tratar doenças (Imagem: stockcentral/envato)
Cientistas criam híbridos de células sintéticas e naturais, capazes de ajudar a prevenir ou tratar doenças (Imagem: stockcentral/envato)

Os autores acreditam que essa novidade pode abrir as portas para estudos adicionais sobre a divisão celular e levar a novas aplicações, como o tratamento antibacteriano ou mesmo a terapia do câncer, no futuro.

Essas células ciborgues têm potencial para se tornar uma nova classe de sistemas sintéticos de administração de terapia, segundo projeção dos próprios pesquisadores envolvidos. Recentemente, uma equipe de pesquisadores descobriu um novo método para retardar o envelhecimento das células.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: