Mercado abrirá em 4 h 27 min
  • BOVESPA

    109.786,30
    +2.407,38 (+2,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.736,48
    +469,28 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,25
    +0,34 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.804,10
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    18.965,82
    -102,68 (-0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    376,49
    +6,74 (+1,82%)
     
  • S&P500

    3.635,41
    +57,82 (+1,62%)
     
  • DOW JONES

    30.046,24
    +454,97 (+1,54%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.609,63
    +21,43 (+0,08%)
     
  • NIKKEI

    26.296,86
    +131,27 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.113,00
    +37,00 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4013
    +0,0044 (+0,07%)
     

Câncer de mama em homens é raro, mas existe; conheça um que superou a doença

Evelin Azevedo
·1 minuto de leitura

O câncer de mama é associado às mulheres. No entanto, homens podem ser diagnosticados com a doença. De acordo com o Inca, 1% do total de casos deste tipo de câncer são descobertos em pessoas do sexo masculino. Isso ocorre porque homens também possuem tecido mamário, só que em quantidade menor, o que possibilita que o nódulo seja facilmente apalpado.

Foi o caso de Roberto Sereno, de 63 anos. Durante um exame de rotina com seu cardiologista, em 2018, ele recebeu a indicação para fazer uma mamografia, na qual foram identificados dois nódulos em sua mama esquerda. Quatro meses depois, ele fez a mastectomia e iniciou o tratamento quimioterápico.

— No dia que recebi o diagnóstico, fiquei em choque. Porém, tive o apoio da minha esposa, meus filhos, minha irmã e sobrinhas, que me ajudaram muito, principalmente na quimioterapia. A família é realmente a nossa base.

Muito religioso, Roberto recomenda que as pessoas em tratamento acreditem em Deus e se apeguem à religião, seja ela qual for. Caso o homem perceba alguma alteração nas mamas, um mastologista deve ser procurado imediatamente caso o homem sinta alguma alteração em suas mamas.

— Todos nós, mulheres e homens, devemos conhecer nosso corpo para perceber, precocemente, qualquer alteração. Com isso, vale a pena o homem apalpar uma vez por mês suas mamas. Para eles não há recomendação de mamografia de rotina — diz a oncologista Sabrina Chagas.