Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.982,05
    +166,98 (+0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

A câmera do Galaxy S22 é boa? Veja o comparativo com o S21

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·6 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Fotografia é um dos departamentos que mais recebem destaque a cada lançamento de celular. Mas, em algumas linhas, não temos visto melhorias tão significativas que valham a atualização, como é o caso dos últimos iPhones e dos Galaxy S mais recentes.

Um bom exemplo dessa “estagnação” — se podemos colocar dessa maneira — é o novo Galaxy S22, da Samsung. Ele recebeu novidades no setor, como uma nova câmera principal de 50 MP e um processamento de imagem aprimorado, mas a qualidade das imagens melhorou pouco em relação ao Galaxy S21 5G.

E aí nos perguntamos: o que mudou entre as gerações? Qual tem o melhor conjunto? Vale a pena trocar? Bom, para responder a essas e outras perguntas, fiz algumas dezenas de fotos e vídeos com os dois aparelhos, e comentarei em cima dos resultados.

Em números, o que mudou?

Após seis anos utilizando um sensor principal de 12 MP no modelo base da linha Galaxy S — desde o S7, para ser mais específico —, a Samsung adotou uma nova câmera de 50 MP nos Galaxy S22 e S22+, maior e ainda mais sensível à luz.

A câmera ultrawide, por outro lado, é exatamente a mesma, com 12 MP e ângulo de visão de 120º. Na telefoto, houve um “retrocesso” na resolução, caindo de 64 MP para 10 MP, mas ele manteve a estabilização óptica de imagem (OIS) e o foco por detecção de fase (PDAF).

Especificações de câmera do Galaxy S22 (Imagem: Samsung/Divulgação)
Especificações de câmera do Galaxy S22 (Imagem: Samsung/Divulgação)

Para selfies, o Galaxy S22 também não mudou em relação ao S21, adotando o mesmo sensor de 10 MP com abertura de f/2.2 e Dual Pixel do irmão. Ambos suportam Auto-HDR e gravação de vídeos em até 4K a 60 quadros por segundo (fps).

E na prática?

Eu usei os dois Galaxy S por algumas semanas e, sinceramente, não notei nenhuma melhoria significativa nas fotos entre as gerações. Mas achei que houve, de fato, um amadurecimento no software de câmera da Samsung que pode agradar alguns usuários e desagradar outros.

Uma das maiores qualidades das câmeras dos celulares Galaxy é a elevação equilibrada na saturação e no contraste. Se, por um lado, essas modificações deixam as imagens mais superficiais, por outro temos resultados mais chamativos e “melhores” para postar em redes sociais.

É claro que essa preferência é pessoal e há quem não goste dessa alteração nas cores, preferindo algo mais natural — talvez por isso os iPhones sejam preferências de muitas pessoas.

Tentando buscar um maior equilíbrio e agradar os dois mundos, a Samsung deixou o pós-processamento de imagem do novo Galaxy S22 menos agressivo. A diferença não é muito gritante, mas é possível enxergá-la principalmente em cores mais vibrantes, como nas imagens abaixo.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. Note que o modeo mais recente tem cores mais naturais (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. Note que o modeo mais recente tem cores mais naturais (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. O amarelo do corrimão está mais próximo da realidade no S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. O amarelo do corrimão está mais próximo da realidade no S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Mas não foram em todas as cenas em que notei essa diferença de perfil. Na imagem abaixo da árvore, note que os dois smartphones tiraram praticamente a mesma foto.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. Os dois tiraram praticamente a mesma imagem (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. Os dois tiraram praticamente a mesma imagem (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Segundo a Samsung, o modo retrato da linha Galaxy S22 recebeu melhorias importantes, principalmente em ambientes desafiadores, seja com a câmera frontal, com a câmera principal traseira, ou mesmo com a lente telefoto.

De fato, notei um avanço nesse setor ano a ano, mas somente em condições de iluminação precária, como a Samsung prometeu. Na comparação abaixo, por exemplo, é possível perceber um desfoque igualmente preciso, porém uma claridade que me agradou mais.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. Modo Food destacou bem os objetos e desfocou o fundo precisamente (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. Modo Food destacou bem os objetos e desfocou o fundo precisamente (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Outra grande promessa da Samsung no campo da fotografia é a melhoria nas fotos noturnas. O Galaxy S22 conseguiu trazer mais detalhes mais partes mais escuras sem estourar as áreas mais claras.

No entanto, achei que essa qualidade ficou mais visível quando o objeto principal eram pessoas. Isso provavelmente aconteceu porque a Samsung veio trabalhando em uma otimização para capturar pessoas das mais diversas raças como elas de fato são, evitando forçar características de determinados padrões.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. O celular da geração passada deixou a foto um pouco mais escura (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22. O celular da geração passada deixou a foto um pouco mais escura (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Ainda assim, dependendo da situação, o modo noturno — chamado de 'Nightography' — o software adicionou muita nitidez, deixando principalmente os rostos muito artificiais. Sem o modo noturno, as imagens perdem um pouco de definição, claro, porém mantém um aspecto mais natural principalmente em peles.

Galaxy S22 sem modo noturno e com modo noturno (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Galaxy S22 sem modo noturno e com modo noturno (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Em outros casos, como em imagens de objetos, notei que o pós-processamento priorizou a maior fidelidade de cores e a preservação dos detalhes à saturação e nitidez elevadas. Eu gostei da mudança, mas, novamente, pessoas menos exigentes não devem perceber tanta diferença.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Quando falamos da câmera de ângulo mais aberto, o Galaxy S22 repete basicamente os resultados do seu antecessor. Ambos diminuíram a distorção nos cantos das imagens, embora ainda seja possível vê-las em muitas situações, mas no geral a qualidade é excelente.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Com relação à câmera telefoto de 10 MP, também não notei muita diferença na qualidade em relação aos 64 MP equivalentes do S21. Se houver algo para destacar, talvez o zoom padrão do celular mais recentes ser menor, provavelmente devido ao sensor com menos resolução.

Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Esquerda: Galaxy S21 / Direita: Galaxy S22 (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Fechando o conjunto fotográfico, com a câmera de selfie eu tive a impressão de que se tratava do mesmo sensor de 10 MP presente no S21. As imagens são ótimas, com excelente alcance dinâmico, cores vivas e modo retrato eficiente.

Modo retrato com a câmera frontal (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Modo retrato com a câmera frontal (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

E em vídeos? Bom, os dois são capazes de gravar em até 8K com a câmera principal, mas o máximo de quadros que você vai conseguir é 24 por segundo. Uma boa evolução do S22 seria se, pelo menos, ele alcançasse 30 fps.

Pelo menos, a gravação em 4K a até 60 fps está presente em todas as lentes, e não tenho do que reclamar sobre a qualidade. Em ambientes favoráveis, os dois são excelentes, com ótima definição, cores vivas e alcance dinâmico equilibrado.

Quando a noite cai, o melhor processamento do S22 faz a diferença e ele consegue manter os detalhes com menos dificuldade e melhor estabilização.

Galaxy S22 x S21: qual tem a melhor câmera?

Era meio óbvio que o Galaxy S22 teria uma câmera melhor que a da geração passada, até porque o que mais sobraria para a Samsung destacar além do desempenho?

Mas, como você pôde ver nas comparações, as diferenças são muito pontuais ou quase inexistentes. O modo noturno, por exemplo, é o melhor avanço ano a ano, mesmo com algumas ressalvas.

De uma forma mais clara, diria que o Galaxy S22 apenas amadureceu o que já era ótimo na geração passada. Não de uma forma que faça você querer trocar seu S21 pelo S22 na primeira oportunidade, mas sim para esperar que algo de mais interessante aconteça na geração prevista para 2023.

Até lá, com o Galaxy S21 recebendo atualizações de software e câmera praticamente junto do seu irmão mais novo, minha recomendação é optar pelo modelo mais antigo ou continuar com ele, se você já o tiver.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos