Câmbio é arma em disputa global, diz ministro francês

O câmbio está sendo usado como arma na atual competição global econômica, disse neste domingo o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius. "Há uma feroz disputa sendo promovida por meio das moedas", afirmou Fabius, em entrevista ao canal BFM, quando questionado sobre o potencial para uma guerra cambial global. "Mas não é somente pelo câmbio. Há barreira de tarifas (de importação), padrões ambientais e também as moedas", completou, citando que o Banco Central Europeu (BCE) deveria trabalhar para colocar o euro, a moeda única da zona do euro, em sintonia com os interesses do bloco econômico.

"O Banco Central dos Estados Unidos (o Federal Reserve) é independente. É verdade. Mas não sei qual o milagre que faz com que a evolução do dólar esteja sempre em sintonia com os interesses econômicos dos EUA. É exatamente esse tipo de independência que eu gostaria de ver no BCE", comentou.

O presidente da França, François Hollande, pediu na semana passada que haja uma harmonização de impostos dentro da União Europeia, como modo de coordenar uma melhor política econômica na região. Fabius acredita que esse projeto seja "justo" e que deveria ser implementado gradualmente, começando pelos impostos corporativos. As informações são da Dow Jones.

Carregando...