Mercado fechará em 1 h 2 min
  • BOVESPA

    121.059,05
    +1.138,44 (+0,95%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.265,77
    +330,86 (+0,68%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,76
    +0,05 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.830,90
    +15,20 (+0,84%)
     
  • BTC-USD

    57.888,16
    +1.978,68 (+3,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.496,19
    +60,41 (+4,21%)
     
  • S&P500

    4.232,10
    +30,48 (+0,73%)
     
  • DOW JONES

    34.759,39
    +210,86 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.693,50
    +95,75 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3602
    -0,0064 (-0,10%)
     

Câmara aprova urgência a projeto que abre serviços postais à iniciativa privada

·1 minuto de leitura
.

BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira requerimento que confere regime de urgência ao projeto que abre à iniciativa privada a exploração de serviços postais.

O regime de urgência confere tramitação mais célere à proposta. Mais cedo, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), anunciou que haveria a votação do requerimento e referiu-se ao tema como um dos "assuntos importantes na pauta da Câmara".

O projeto autoriza a participação do setor privado nos serviços postais que integram o monopólio dos Correios.

A União deverá garantir a prestação do chamado serviço postal universal, caso de cartas, registradas ou simples, telegramas e objetos que se encaixem em dimensões e pesos determinados.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello; edição de Aluísio Alves)