Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    60.116,20
    +741,60 (+1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

Câmara aprova texto-base da PEC Emergencial em 1º turno

Eduardo Simões
·1 minuto de leitura
Plenário da Câmara dos Deputados

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou nas primeiras horas desta quarta-feira o texto-base da PEC Emergencial em primeiro turno e deve analisar nesta manhã destaques que podem alterar o teor do texto da medida, que permite ao governo federal pagar um auxílio emergencial aos vulneráveis atingidos pela pandemia de Covid-19 com 44 bilhões de reais acima do teto de gastos e estabelece gatilhos para o teto.

O texto-base da proposta de emenda à Constituição foi aprovado em primeiro turno por 341 votos a 121. O parecer aprovado, do relator Daniel Freitas (PSL-SC), não teve alterações em relações ao texto que veio do Senado. Caso os deputados mantenham a proposta inalterada após aprovação em segundo turno, ela será promulgada e entrará em vigor.

De acordo com a Agência Câmara Notícias, a maior parte das propostas de mudanças no texto é de partidos de oposição que pretendem diminuir as restrições fiscais impostas e retirar o limite de 44 bilhões de reais para pagar o auxílio.

As parcelas do auxílio, que no ano passado chegaram a ser de 600 reais, seriam agora de entre 175 reais a 375 reais a serem pagas de março a junho.