Mercado fechará em 6 h 17 min
  • BOVESPA

    110.581,00
    -1.135,00 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,60
    +0,86 (+1,09%)
     
  • OURO

    1.653,80
    -1,80 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    19.182,93
    +236,36 (+1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    439,58
    +6,48 (+1,50%)
     
  • S&P500

    3.692,00
    -1,23 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    29.463,88
    -126,53 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.969,71
    -48,89 (-0,70%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.404,25
    +27,50 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1413
    +0,0437 (+0,86%)
     

Câmara aprova criação de loterias para saúde e turismo, que poderão ser concedidas a empresas

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 18.09.2019 - Plenário geral da Câmara dos Deputados, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 18.09.2019 - Plenário geral da Câmara dos Deputados, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (30) projeto que cria as loterias de saúde e de turismo com recursos destinados ao Fundo Nacional de Saúde e à Embratur (agência brasileira de promoção internacional do turismo), respectivamente, e com possibilidade de exploração desses novos jogos pela iniciativa privada.

O texto foi aprovado por 267 a 94. Os deputados rejeitaram mudanças e, agora, a proposta segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A Câmara acatou modificações feitas pelos senadores ao texto dos deputados Capitão Wagner (União Brasil-CE) e Guilherme Mussi (PP-SP).

O projeto, aprovado pela Câmara em maio de 2021, previa a criação da Loteria da Saúde e da Loteria do Turismo na modalidade prognóstico numérico (como é a Mega-Sena).

Os senadores incluíram duas outras modalidades: prognósticos esportivos e apostas de quota fixa (quando o jogador já sabe quanto pode ganhar). Nesta terça, os deputados mantiveram a mudança.

No Senado o projeto também incluiu a possibilidade de as novas loterias poderem ser concedidas à iniciativa privada --na Câmara, os concursos da Loteria da Saúde e da Loteria do Turismo seriam executados pela Caixa Econômica Federal.

Conforme o texto, o Ministério da Economia disciplinará, em até 30 dias após a publicação da lei, as regras para a concessão da exploração da Loteria da Saúde pelo Ministério da Saúde e da Loteria do Turismo pelo Ministério do Turismo.

Segundo o relator, Giovani Cherini (PL-RS), a redação aprovada pelo Senado e mantida pelos deputados também abre a possibilidade de municípios explorarem as loterias, assim como Santas Casas.

O projeto prevê distribuição distinta da arrecadação das loterias a depender da modalidade. Se for prognóstico numérico, 5% serão destinados ao FNS (Fundo Nacional de Saúde), na Loteria da Saúde, e para a Embratur, na do Turismo. Os demais 95% serão usados para cobrir despesas de custeio e manutenção do operador.

Na modalidade prognósticos esportivos e apostas de quota fixa, 3,37% seriam destinados a FNS e para a Embratur, dependendo da loteria. Entidades esportivas que cederem os direitos de uso de marca, hino, símbolos etc para divulgação dos novos jogos ficariam com 1,63%, e 95% seriam usados para custeio.

Enquanto durar a emergência em saúde pública de importância nacional provocada pela Covid-19, os recursos serão usados exclusivamente em programas e ações de prevenção e combate aos efeitos da pandemia, com prioridade para a aquisição de insumos, materiais, vacinas e equipamentos. Também serão destinados a minimizar os efeitos de contágio pela Covid-19 e a combater avanços do coronavírus no setor turístico, no caso da Loteria do Turismo.

O projeto prevê que os valores dos prêmios não reclamados por acertadores das duas loterias serão revertidos, respectivamente, ao FNS e à Embratur, observada a programação financeira e orçamentária do Executivo.

O Fundo Nacional de Saúde e a Embratur deverão divulgar em seus sites a aplicação dos recursos obtidos com as loterias da Saúde e do Turismo.

*

ENTENDA

Loteria da Saúde

- Na modalidade lotérica de prognósticos numéricos, 5% serão destinados ao FNS (Fundo Nacional de Saúde)

- Na modalidade lotérica de prognósticos esportivos e apostas de quota fixa, 3,37% irão para o FNS

- Enquanto perdurar a Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (Espin), percentuais serão destinados a programas e ações de prevenção, contenção, combate e mitigação dos efeitos da pandemia da Covid-19, com prioridade para a aquisição de insumos, materiais e equipamentos para o tratamento da doença, bem como de vacinas anti-Covid

- FNS dará publicidade em seu site à aplicação dos recursos obtidos com a loteria

Loteria do Turismo

- Na modalidade lotérica de prognósticos numéricos, 5% serão destinados à Embratur

- Na modalidade lotérica de prognósticos esportivos e apostas de quota fixa, 3,37% irão para a Embratur

- Enquanto perdurar a emergência em saúde pública provocada pela Covid-19, recursos da loteria serão usados para mitigar os efeitos de contágio pela doença e a combater avanços do coronavírus no setor turístico

- Embratur divulgará aplicação dos recursos obtidos com a loteria