Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.107,13
    +382,12 (+0,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Cápsula Crew Dragon é primeira a pousar no escuro desde Apollo 8

Karol Albuquerque
·2 minuto de leitura
Cápsula Crew Dragon é primeira a pousar no escuro desde Apollo 8
Cápsula Crew Dragon é primeira a pousar no escuro desde Apollo 8

Depois de vários adiamentos, os astronautas da Crew-1 finalmente vão voltar à Terra. A saída da cápsula Crew Dragon, da SpaceX, deve sair da Estação Espacial Internacional (ISS) às 21h35 (horário de Brasília), deste sábado (1º). Assim, a amerissagem (pouso na água) vai acontecer na água pela primeira vez desde 1968.

“Esse será a primeira amerissagem de uma espaçonave tripulada dos Estados Unidos à noite desde a chegada da Apollo 8 antes do amanhecer, no Oceano Pacífico, no dia 27 de dezembro de 1968, com os astronautas da NASA Frank Borman, Jim Lovell e Bill Anders”, disse a agência espacial, em comunicado.

Leia mais:

Há 53 anos, o voo Apollo 8 realizou a primeira órbita ao redor da Lua. Foi a segunda missão tripulada do Programa Apollo e a primeira na história da humanidade a deixar a órbita terrestre baixa e retornar. A espaçonave foi lançada com o foguete Saturno V, no dia 21 de dezembro de 1968.

Oito anos depois, cosmonautas da Rússia precisaram retornar à Terra à noite. A missão espacial Soyuz 23, com os tripulantes Vyacheslav Zudov e Valeri Rozhdestvensky, teve problemas na acoplagem com a estação espacial russa Salyut 5. Eles decolaram no dia 14 de outubro de 1976 e voltaram dois dias depois, pousando no meio de uma nevasca no Lago Tengiz, congelado, no Cazaquistão. A dupla precisou esperar o resgate durante horas.

Agora, o pouso da espaçonave Crew Dragon “Resilience”, da SpaceX, está programado, agora, para as 3h57 deste domingo (2). A amerissagem acontece na costa de Panama City, na Flórida, bem no Golfo do México, seis horas e meia após a partida.

Michael Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker e Soichi Noguchi, membros da Crew-1. Imagem: NASA/Divulgação
Michael Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker e Soichi Noguchi, membros da Crew-1. Imagem: NASA/Divulgação

Atraso na volta da Crew Dragon

A tripulação da da Crew-1 sofreu com adiamentos no retorno à Terra por causa do clima desfavorável, com ventos fortes na região acima dos limites estabelecidos para uma volta seguro. A missão é composta pelos astronautas norte-americanos Victor Glover, Mike Hopkins e Shannon Walker e o japonês Soichi Noguchi, da Jaxa.

Eles passaram seis meses no espaço e tinham o retorno marcado, incialmente, para o dia 28 de abril, a última quarta-feira. Os quatro astronautas foram treinados para um retorno à noite. No mês de janeiro, a SpaceX trouxe de volta uma cápsula de carga em uma amerissagem noturna.

O retorno da Crew Dragon será transmitido ao vivo pelo YouTube da Nasa. A transmissão começa às 19h (horário de Brasília).

A Estação Espacial Internacional está com sua lotação máxima, com 11 tripulantes à bordo. Além dos quatro da Crew-1, estão na ISS três da Soyuz-MS 18 (Mark Vande Hei, da Nasa, e Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov, da Roscosmos) e quatro da Crew-2 (Akihiko Hoshide, da Jaxa, Shane Kimbrough e Megan McArthur, da Nasa, e Thomas Pesquet, da ESA).

Via: Phys.org / Space