Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.823,34
    +1.341,89 (+2,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Butantan recebe matéria-prima para produzir mais 5 milhões de doses da CoronaVac

Fidel Forato
·2 minuto de leitura

Na manhã desta segunda-feira (19), desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, mais um lote de matéria-prima para a produção da vacina CoronaVac contra a COVID-19, importado da China. Na ocasião, o Instituto Butantan recebeu um carregamento com 3 mil litros Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) do imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2, que permitirá o envase de mais 5 milhões de doses da fórmula.

“Estamos recebendo mais 3 mil litros dos insumos da vacina do Butantan que vieram de Pequim, na China, que serão transformados em 5 milhões de doses da vacina. Com isso vamos chegar a 46,4 milhões de doses da vacina. É São Paulo, é o Butantan ajudando a vacinar o Brasil”, afirmou o governador de São Paulo, João Doria, durante o recebimento da matéria-prima da CoronaVac.

Com novo lote de matéria-prima, Instituto Butantan poderá envasar mais 5 milhões de doses da CoronaVac contra a COVID-19 (Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo)
Com novo lote de matéria-prima, Instituto Butantan poderá envasar mais 5 milhões de doses da CoronaVac contra a COVID-19 (Imagem: Reprodução/Governo de São Paulo)

Enviado pela biofarmacêutica Sinovac, o novo lote chegou em um voo da companhia aérea Turkish Airlines, que saiu de Pequim na sexta-feira (16), fez escala em Istambul e em Dakar, até chegar em São Paulo nesta manhã por volta das 6h.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mais doses da CoronaVac devem ser produzidas

Agora, o novo carregamento de IFA deve passar pelo envase, rotulagem, embalagem e por um rígido processo controle de qualidade. Somente depois, as doses da CoronaVac contra a COVID-19 serão enviadas e distribuídas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), liderado pelo Ministério da Saúde. Atualmente, a vacina representa cerca de 80% das doses aplicadas no país contra o agente infeccioso.

Na última semana o Butantan completou a entrega de 40,7 milhões de doses da CoronaVac para o Ministério da Saúde. Neste mês, já foram entregues 4,5 milhões de doses. Esse total de envios corresponde a 88,4% das 46 milhões de doses previstas até 30 de abril no primeiro contrato do instituto com a Saúde. Em março foram enviadas 22,7 milhões de doses. Em fevereiro, 4,85 milhões e, em janeiro, 8,7 milhões.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: