Mercado fechará em 21 mins
  • BOVESPA

    130.044,40
    -163,56 (-0,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.938,77
    -90,77 (-0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,28
    +1,40 (+1,98%)
     
  • OURO

    1.859,80
    -6,10 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    40.112,42
    +434,21 (+1,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    999,14
    -11,47 (-1,13%)
     
  • S&P500

    4.245,17
    -9,98 (-0,23%)
     
  • DOW JONES

    34.291,11
    -102,64 (-0,30%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.022,00
    -102,75 (-0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1160
    -0,0155 (-0,25%)
     

Butantan entrega mais 800 mil doses da CoronaVac para o Ministério da Saúde

·1 minuto de leitura
Butantan entrega mais 800 mil doses da CoronaVac para o Ministério da Saúde
Butantan entrega mais 800 mil doses da CoronaVac para o Ministério da Saúde

O Instituto Butantan entregou nesta sexta-feira (11) mais 800 mil doses da CoronaVac para o Plano Nacional de Imunizações. Essa é parte das 5 milhões de unidades do imunizante previstas para junho.

Esse lote foi produzido com os 3 mil litros e ingredientes farmacêutico ativo (IFA) recebidos no último dia 5 de maio. O laboratório chegou a paralisar a produção da CoronaVac por falta de insumos, mas retomou após o material da China ser entregue.

CoronaVac em produção

Atualmente, o governo federal possui um contrato com o Butantan para entrega de 54 milhões de doses da CoronaVac até setembro. O acordo anterior, de 46 milhões, terminou em maio. Com o lote desta sexta, o Ministério da Saúde já recebeu 48 milhões de doses do imunizante produzido em São Paulo.

Leia também!

“Até o final de setembro cumpriremos o nosso projeto, nosso programa de entrega de 100 milhões de doses da vacina para o Ministério da Saúde. Vamos seguindo na produção ao longo dos próximos dias e estaremos fazendo uma entrega adicional de mais 5 milhões começando pelas 800 mil que estão sendo embarcadas para o Ministério da Saúde”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

O Brasil depende de insumos chineses tanto para a produção da CoronaVac, no Instituto Butantan, quanto da Oxford-AstraZeneca, na Fiocruz. A vacina do Butantan corresponde a cerca de 75% das vacinas contra a Covid-19 no Programa Nacional de Imunização (PNI).

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!