Mercado fechado

Buscas nos escombros de Kremenchuk

Equipas de resgate continuam a procurar entre os escombros do centro comercial de Kremenchuk, com as autoridades ucranianas a anunciarem ainda 20 pessoas dadas como desaparecidas. O ataque atribuído às forças russas fez pelo menos 18 mortos e dezenas de feridos.

Esta quarta-feira foram publicados novos vídeos supostamente dos momentos do impacto do míssil russo, nomeadamente imagens de um parque adjacente, onde voam destroços e se vêem pessoas em pânico.

Depois da difusão das imagens, a porta-voz do Ministério russo dos Negócios Estrangeiros, Maria Zakharova, reagiu encorajando o Ocidente a questionar-se por que razão fornece armas e munições à Ucrânia, que são armazenadas perto de um centro comercial.

Entretanto, no leste do país, as tropas russas tentam cercar completamente Lysychansk, a última grande cidade ainda nas mãos dos forças ucranianas na região do Dombass.

O progresso russo é lento, face a uma resistência que não perde fôlego por parte dos combatentes ucranianos, que continuam a pedir mais armas.

A frente de guerra não se limita ao Dombass e cidades chave como Kharkiv e Mikolaiv continuam sob os bombardeamentos russos. Em Mikolaiv, pelo menos 4 civis perderam a vida esta quarta-feira. Sem perspetivas para um fim próximo do conflito, o balanço de vítimas não pára de aumentar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos