Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,26
    -0,33 (-0,30%)
     
  • OURO

    1.815,60
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    28.978,68
    -1.348,23 (-4,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,57
    -20,11 (-3,00%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.905,75
    -29,75 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2218
    +0,0114 (+0,22%)
     

Buscador do Google barrou sites de spam seis vezes mais em 2021

·2 min de leitura

O Google apresentou dados sobre como seu buscador passou a identificar spam melhor de 2021 para cá. Um relatório publicado pela empresa revelou informações relevantes do sistema de inteligência artificial SpamBrain, que teria ajudado a manter "mais de 99% das pesquisas livres de spam".

Entre 2020 e 2021, o índice de acerto dessa tecnologia teria crescido ao ponto de entregar uma eficácia seis vezes melhor. Graças à ferramenta, houve uma redução de 70% do chamado hacked spam, páginas criadas por criminosos com finalidade de roubo. A maioria delas vem com códigos que, quando instalados na máquina do usuário, registram as teclas digitadas pelas pessoas ou acessam senhas salvas no navegador.

O robô antispam da busca do Google está mais inteligente do que nunca(Imagem: Reprodução/Google)
O robô antispam da busca do Google está mais inteligente do que nunca(Imagem: Reprodução/Google)

A IA do Google consegue identificar sites nocivos que podem injetar malwares e páginas fraudulentas que se passam por verdadeiras — em geral, tentam capturar dados pessoais ou vender produtos inexistentes. O SpamBrain é baseado em aprendizado de máquina, portanto está em constante evolução para se adequar às novas técnicas criadas por spammers para burlar os filtros da pesquisa, com novas técnicas de SEO e estratégias para melhorar artificialmente o posicionamento.

Quando o assunto são páginas puramente de spam, usadas apenas para lucrar com a exibição de anúncios, mas sem conteúdo real, a redução ficou em 75%. Normalmente esses sites são apenas inflados artificialmente com palavras-chave na tentativa de obter as primeiras posições do ranking. Muitos desses sites usam links de outros grandes sites, em geral comprados ou "trocados", para melhorar a métrica de PageRank.

SEO para conteúdo em alta

Vale lembrar que o buscador do Google é a fonte primária do orçamento da companhia, pois envolve o destaque de propagandas no Google Ads. Não é surpresa que a gigante das pesquisas invista a maior parte dos seus esforços para melhorar a experiência dos resultados.

"Os golpistas muitas vezes tentam criar sites de baixa qualidade com palavras-chave, logotipos de marcas famosas e um número de telefone para o qual querem que você ligue. Nossas soluções algorítmicas trabalham para garantir que golpes e fraudes dificilmente apareçam em seus resultados de pesquisa", explicou o gerente de comunicações políticas do Google, Ned Adriance, ao site Cnet.

Hoje, muitas técnicas de SEO usadas há dois ou três anos já não alcançam o resultado esperado. O Google explicou que continuará a investir em tecnologias que impeçam manipulações artificiais de alcançar destaque na busca orgânica. A sugestão da companhia é direcionar tempo e dinheiro para produzir conteúdo de qualidade, em vez de querer adotar "atalhos" para bular o algoritmo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos