Mercado abrirá em 4 h 58 min

Buraco negro 'engole' estrela e explosão de 1 trilhão de sóis vem em nossa direção

Buraco negro engole estrela e explosão de 1.000 trilhão de sóis vem na nossa direção (Foto: Getty Images)
Buraco negro engole estrela e explosão de 1.000 trilhão de sóis vem na nossa direção (Foto: Getty Images)
  • Essa foi a primeira vez que os astrˆnomos detectaram um buraco negro utilizando uma luz visível;

  • Quando um buraco negro engole uma estrela, a explosão pode ser detectada em todo o universo;

  • Em cerca de 1% dos casos eles enviam plasma e radiação para fora de cada lado do buraco negro.

Uma explosão misteriosa e incrivelmente intensa de luz visível é oriunda de um buraco negro e está apontada diretamente para Terra, disseram os astrônomos. Essa foi a primeira vez que os cientistas detectaram um buraco negro utilizando uma luz visível.

Quando as estrelas chegam muito perto de um buraco negro, elas são despedaçadas e a explosão pode ser detectada em todo o universo. O evento é conhecido como evento de ruptura de maré, ou TDE, e em cerca de 1% dos casos eles enviam plasma e radiação para fora de cada lado do buraco negro.

Esses eventos raros são conhecidos como jetted-TDEs e foram comparados a pegar um tubo de pasta de dente e ter material jorrando de cada extremidade.

Em fevereiro deste ano, os astrônomos viram uma intrigante explosão de luz visível que levou os cientistas a direcionar alguns dos telescópios mais avançados do mundo para sua fonte.

A luz parecia emitir mais luz do que 1.000 trilhões de sóis e veio de uma parte do céu onde tal luz não havia sido observada antes. Isso gerou entusiasmo entre os cientistas que estavam assistindo.

Agora, os cientistas acreditam que ele vem de um desses TDEs com jato, chamado AT 2022cmc. O jato provavelmente se formou quando um buraco negro de repente começou a devorar uma estrela próxima, disparando energia pelo universo.

Os cientistas esperam que o TDE possa ser usado para encontrar ainda mais buracos negros, permitindo que sejam melhor compreendidos. As descobertas são relatadas em dois novos artigos. Um deles, 'Um jato muito luminoso da ruptura de uma estrela por um buraco negro maciço', foi publicado na Nature ; o outro, 'O nascimento de um jato relativístico após a ruptura de uma estrela por um buraco negro cosmológico', foi publicado na Nature Astronomy .