Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,79
    +2,30 (+2,89%)
     
  • OURO

    1.671,70
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.208,60
    -105,70 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    10.999,75
    -35,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3040
    +0,0060 (+0,11%)
     

Bunge venderá negócio de processamento de oleaginosas na Rússia

Foto de uma colheitadeira em campo na Talniki, na região russa de Krasnoyarsk

SÃO PAULO (Reuters) - A trading e processadora de commodities agrícolas Bunge anunciou nesta segunda-feira que concordou em vender seus negócios de processamento de oleaginosas na Rússia para Karen Vanetsyan, acionista controlador do Grupo Exoil.

A venda inclui a planta de processamento de girassol emVoronej.

A Bunge e seus rivais Archer-Daniels-Midland Co, Cargill e Louis Dreyfus Company (LDC) --integrantes do quarteto de tradings globais conhecido como ABCD-- começaram a reduzirsuas operações russas em março, após a invasão da Ucrânia.

A Bunge não revelou nesta segunda-feira detalhes financeiros sobre o acordo.

"Somos gratos à equipe por continuar a entregaralimentos e rações essenciais neste ambiente desafiador", disseGreg Heckman, CEO da Bunge.

A empresa vem reduzindo seu comércio de grãos na Rússia nos últimos anos, incluindo a venda de seu terminal Rostov no ano passado.

(Reportagem de Arunima Kumar em Bangalore; edição deUttaresh.V)