Mercado abrirá em 1 h 35 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,02
    +0,73 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.767,60
    +3,80 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    43.449,48
    -875,18 (-1,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.089,30
    -45,08 (-3,97%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.983,37
    +79,46 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.118,50
    +109,00 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Bullard defende que tapering comece no outono e vá até março/22

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Os mercados financeiros “estão muito bem preparados” para que o Federal Reserve comece a reduzir seu grande programa de compra de ativos no outono, disse o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard.

“Eles estavam esperando por isso e realmente não acham que as compras de ativos são tão eficazes neste ambiente”, disse ele em um evento online na sexta-feira. Os mercados “estão muito prontos para a redução gradual neste outono”, disse Bullard, acrescentando que gostaria de ver o fim do processo no “primeiro trimestre do próximo ano”.

O cronograma de Bullard é consideravelmente mais rápido do que o sugerido por outros membros do Fed ou o plano esperado pelos economistas. Em uma pesquisa antes da reunião de política monetária desta semana, os economistas esperavam que o comitê anunciasse uma redução formalmente em dezembro e que começaria a ser feita no início de 2022.

Desde setembro passado, o Fed definiu o valor de suas compras mensais de títulos do Tesouro em US$ 80 bilhões e títulos lastreados em hipotecas em US$ 40 bilhões para ajudar a economia a se recuperar da Covid-19.

Bullard, que não é eleitor no Comitê Federal de Mercado Aberto deste ano, mas será em 2022, vê a inflação desacelerando para uma faixa de 2,5% a 3% em 2022.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos