Mercado fechado

Bugatti promete novo carro superesportivo, e ele não será elétrico

·2 min de leitura

A Bugatti até tem planos para entrar no mercado de carros elétricos – tanto é que se juntou com a Rimac, startup especialista no ramo. Mas nem por isso a francesa pretende deixar de lado sua verdadeira vocação: os superesportivos a combustão.

Ao contrário do que já fizeram marcas como Lamborghini, Audi e Rolls-Royce, que estabeleceram uma data limite para colocar um fim na produção de veículos a combustão e focar apenas em elétricos, a Bugatti quer manter o tradicional ronco dos motores “falando alto” por um longo tempo.

Mate Rimac, CEO da marca, revelou aos fãs que ainda torcem o nariz para a eletrificação uma grande novidade: um supercarro, com potência de sobra, 100% a combustão, está em desenvolvimento.

“Há um futuro para os motores a combustão na Bugatti. É absolutamente claro que a qualidade Bugatti e o que a marca representa precisam permanecer. Na verdade, ele precisa ser ampliado. A origem deve permanecer, e é o compromisso total da Bugatti Rimac Isso não é negociável”, avisou.

Novo superesportivo da Bugatti foi anunciada pelo CEO em vídeo (Imagem: Divulgação/Bugatti)
Novo superesportivo da Bugatti foi anunciada pelo CEO em vídeo (Imagem: Divulgação/Bugatti)

Sucesso do Chiron inspirou a Bugatti

Rimac não chegou a dar maiores detalhes sobre o supercarro que, segundo ele, “deixará os motoristas surpresos”, mas adiantou que a ideia de manter motores a combustão vivos na montadora teve um empurrãozinho do Chiron.

O clássico esportivo da marca alcançou números impressionantes em 2021, estabelecendo recorde dos 112 anos de história da Bugatti. O modelo vendeu todas as 40 unidades do novo bólido produzido e contribuiu para os mais de 150 pedidos entregues pela marca, 60% deles a novos clientes.

A chegada de um novo supercarro a combustão, de acordo com o executivo, tem tudo para ampliar ainda mais essa marca nos próximos anos. Independentemente de o mercado estar cada vez mais adepto à eletrificação. “O artesanato da Bugatti definitivamente continuará, e até planejamos melhorá-lo”, concluiu.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos