Mercado abrirá em 5 h 53 min

BTG Pactual apresenta lucro líquido de R$ 1 bilhão no 4T19, alta de 42%

Jader Lazarini
BTG Pactual apresenta lucro líquido de R$ 1 bilhão no 4T19, alta de 42%

O BTG Pactual (BPAC11) apresentou, nesta sexta-feira (14), um lucro líquido de R$ 1,010 bilhão no intervalo entre outubro e dezembro do ano passado. O resultado equivale a uma alta de 42% sobre o mesmo período do ano anterior.

No entanto, em comparação com o trimestre anterior, o BTG retraiu seus ganhos em 5,9%. Quanto às receitas totais, o banco atingiu R$ 2,48 bilhões no trimestre.

No acumulado anual, as receitas atingiram R$ 8,33 bilhões, enquanto o lucro líquido ajustado foi de R$ 3,83 bilhões. Isso fez com que os ganhos por unit atingissem R$ 4,40 no ano, e um ROAE Anualizado de 19,1%.

Confira: Itaú, Santander e Bradesco fecham agências e reduzem 7 mil funcionários

Além disso, a instituição financeira destaca que, em 30 de dezembro de 2019, os ativos totais do banco somaram R$ 164,4 bilhões, uma queda de 2,1% em relação ao trimestre encerrado três meses antes. O índice de Basileia do banco foi de 14,9%.

“No quarto trimestre a receita total aumentou 13,8% em relação ao terceiro, com uma melhor contribuição da maioria das unidades de negócios. Investment Banking registrou um aumento de 8,8%, estabelecendo receitas recordes para um único trimestre", informou o banco em comunicado.

"Corporate lending subiu 10,9%, mantendo a boa qualidade dos ativos e com níveis adequados de provisões. Já em Sales & Trading, houve queda de 15,4%”, disse a administração.

Também foi salientada a expansão da carteira de crédito, com crescimento de 11,5% em comparação com o trimestre anterior, para R$ 43,8 bilhões, impulsionado por empréstimos no exterior e para companhias de pequeno porte.

O banco informou que, em reunião do Conselho de Administração em 20 de dezembro, foi aprovada a incorporação da Novaportfolio Participações S.A. A operação está aguardando a aprovação do Banco Central (BC).

"A incorporação visa simplificar a atual estrutura organizacional do BTG Pactual por meio da consolidação de certas atividades, trazendo assim uma redução geral em seus custos financeiros e operacionais", informou a administração como um dos eventos relevantes do ano passado.

Na última quinta-feira (13), as ações do BTG apresentaram alta de 2,58% na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), cotadas a R$ 81,45. Nos últimos 12 meses, os papéis da empresa valorizaram 143,52%.