Mercado fechado

BTG obtém mandado de segurança para não devolver R$ 1,2 bi à Americanas

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O banco BTG Pactual conseguiu uma mandado de segurança contra a liminar obtida pela Americanas no último dia 11, apurou a Folha.

Com isso, o banco não é obrigado a devolver à varejista R$ 1,2 bilhão já cobrado no último dia 12, véspera da companhia obter a liminar protegendo seus ativos de credores e da execução de dívidas.

Na prática, o mandado suspende os efeitos da liminar obtida junto à 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, até o julgamento do agravo por parte da desembargadora Leila Santos Lopes, da 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

A decisão foi assinada pelo relator do caso. desembargador Flávio Marcelo de Azevedo Horta Fernandes, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

A medida vale apenas para o BTG, em razão dos valores compensados antes do pedido cautelar das Americanas.

Procurada, a Americanas não respondeu até a publicação da reportagem.