Mercado abrirá em 3 h 57 min

Bruxelas propõe prorrogar aplicação provisória do acordo pós-Brexit

·1 minuto de leitura
A aplicação provisória do acordo comercial pós-Brexit, firmado no final de 2020 após duras negociações entre Reino Unido e União Europeia, começou em 1º de janeiro e terminaria no final de fevereiro

A Comissão Europeia propôs aos países do bloco prorrogar até o final de abril a aplicação provisória do acordo comercial pós-Brexit fechado com o Reino Unido, indicaram várias fontes nesta terça-feira (9).

A aplicação provisória do tratado, firmado no final de 2020 após duras negociações, teve início em 1º de janeiro e terminaria no final de fevereiro para que o Parlamento Europeu tivesse tempo de estudá-lo e ratificá-lo.

No entanto, a União Europeia (UE) "precisa de mais tempo para traduzir os documentos" para todas as suas línguas oficiais, explicou uma porta-voz do executivo europeu à AFP.

Os 27 países da UE precisam agora aprovar a proposta de extensão, que será então submetida ao Reino Unido para aprovação, de acordo com uma fonte europeia.

Os eurodeputados começaram a analisar o texto de 1.250 páginas em meados de janeiro. Dias depois, o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, apresentou esse pedido de prorrogação à Comissão.

O representante para o Brexit do primeiro-ministro britânico Boris Johnson disse na tarde desta terça que a UE informou o Reino Unido de suas intenções "informalmente".

"É um pouco surpreendente que a UE queira mudar isso tão rapidamente. Mas vamos discutir isso com eles e ver o que pode ser feito", afirmou David Frost a um comitê parlamentar.

zap-jit/mm/tjc/yow/ic/am