Mercado fechará em 4 h 4 min
  • BOVESPA

    108.885,78
    -90,92 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.745,72
    +77,08 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,72
    -1,56 (-2,05%)
     
  • OURO

    1.746,70
    -7,30 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    16.241,99
    -297,22 (-1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,98
    +0,69 (+0,18%)
     
  • S&P500

    4.004,05
    -22,07 (-0,55%)
     
  • DOW JONES

    34.210,93
    -136,10 (-0,40%)
     
  • FTSE

    7.468,25
    -18,42 (-0,25%)
     
  • HANG SENG

    17.297,94
    -275,64 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    28.162,83
    -120,20 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.779,25
    -3,50 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6123
    -0,0121 (-0,22%)
     

BRK emite R$1,95 bi em debêntures em operação coordenada por BTG

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de água e saneamento BRK emitiu 1,95 bilhão de reais em debêntures com prazo de 20 anos para financiar o pagamento de outorga de leilão de concessão em Maceió.

A operação, coordenada pelo BTG Pactual, foi classificada como "debêntures azuis". Segundo o BTG, a emissão é a primeira do tipo no setor privado na América Latina e também a primeira à mercado no segmento de saneamento no mundo.

As "debêntures azuis", ou "blue bonds", são papéis de dívida emitidos especificamente para financiar projetos com benefícios ambientais ligados à preservação de recursos hídricos, por meio da preservação dos oceanos e da vida marítima, afirmou o BTG em comunicado à imprensa.

"Como o setor de saneamento segue aquecido, com forte atração de capital privado, temos espaço para novas emissões para financiar projetos como este", afirmou o diretor de mercado de capitais de renda fixa e 'project finance' do BTG Pactual, Daniel Vaz, no comunicado.

A emissão, que teve a coordenação liderada pelo BTG, contou ainda com os bancos Bradesco, Itaú BBA, Santander, UBS/BB, Safra e XP e recebeu demanda superior a 3 bilhões de reais, segundo o BTG.

(Por Alberto Alerigi Jr.)