Brics discutem banco e fundo em reunião paralela a G-20

Representantes dos países que integram o Brics (Brasil, China, Índia, Rússia e África do Sul) estão reunidos na cidade do México, definindo questões centrais para a criação do banco dos Brics e de um fundo de reserva para países em dificuldades. A reunião é paralela à reunião dos ministros de finanças e presidentes de bancos centrais do G-20, que acontece neste fim de semana na capital mexicana.

O governo brasileiro é um dos defensores de que a implementação do fundo seja acelerada. Segundo uma fonte do governo, as discussões deste sábado serão apresentadas aos presidentes do Brics, em reunião marcada para março do ano que vem. A proposta dos Brics, já lançada durante a reunião de cúpula do G-20 de junho passado, é a implementação de um fundo de reservas que possa ser usado pelos países em dificuldades e que seja complementar ao de organismos multilaterais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI). Já a proposta do banco dos Brics tem como objetivo financiar projetos de infraestrutura e desenvolvimento em seus países.

Carregando...