Mercado abrirá em 3 h 43 min
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,99
    +0,79 (+1,01%)
     
  • OURO

    1.769,50
    +5,80 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    16.903,25
    +459,44 (+2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,75
    +13,03 (+3,35%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.555,22
    +43,22 (+0,58%)
     
  • HANG SENG

    18.629,73
    +425,05 (+2,33%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.552,75
    +28,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4703
    +0,0137 (+0,25%)
     

Braskem tem prejuízo de R$1,1 bi no 3º tri

SÃO PAULO (Reuters) -A Braskem anunciou nesta terça-feira que teve prejuízo líquido de 1,1 bilhão de reais no terceiro trimestre, ante lucro de 3,5 bilhões um ano antes, refletindo queda nas receitas e aumento nos custos.

A receita líquida da petroquímica de julho a setembro somou 25,4 bilhões de reais, queda de 10% ano a ano. Ainda assim, veio acima da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de 22,9 bilhões de reais.

A empresa, controlada pela Petrobras e pela Novonor, disse que o lucro recorrente antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ficou em 1,97 bilhão de reais, queda de 74% em relação ao ano anterior e abaixo das expectativas de 3,24 bilhões de reais.

A Braskem havia informado no mês passado que suas vendas de resinas no Brasil do trimestre ficaram quase estáveis em relação a um ano antes, enquanto as de polipropileno (PP) nos Estados Unidos e na Europa caíram, refletindo menor demanda.

A companhia tem sido alvo frequente de rumores de que está sendo vendida, com a gestora de ativos dos EUA Apollo aparecendo como uma das partes interessadas.

(Por Aluísio Alves e Peter Frontini, edição Alberto Alerigi Jr.)