Mercado abrirá em 6 h 39 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.871,20
    +4,70 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    34.236,24
    -426,38 (-1,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    677,54
    -23,07 (-3,29%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    30.001,98
    +359,70 (+1,21%)
     
  • NIKKEI

    28.746,51
    +113,05 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    13.380,50
    +86,25 (+0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    -0,0809 (-1,24%)
     

Braskem consegue suspender medidas da ANM relacionadas a minas de extração de sal em Maceió

·1 minuto de leitura

(Reuters) - A Braskem comunicou nesta terça-feira que conseguiu suspender medidas adicionais determinadas pela Agência Nacional de Mineração (ANM) para fechamento de minas instáveis de extração de sal em Maceió (AL), que acarretariam custo adicional de 3 bilhões de reais à petroquímica.

De acordo com a empresa, a suspensão do ofício da ANM ocorreu após o pedido de reconsideração elaborado pela companhia e será válida até a avaliação final dos argumentos técnicos apresentados pela Braskem.

No final de novembro, a petroquímica estimou em 3 bilhões de reais custos e despesas adicionais para a implementação de medidas cobradas pela ANM que incluíam o fechamento de minas e o preenchimento com material sólido de determinados poços adicionais de extração de sal.

(Por Paula Arend Laier)