Mercado fechará em 6 hs

Brasileiros podem usar CNH para dirigir em diversos países

Romildo de Jesus/Futura Press

SÃO PAULO - Decreto assinado na quinta-feira (11) pelo presidente Michel Temer permite que brasileiros usem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para dirigir na Itália. Com o acordo, o mesmo entendimento passa a valer para os italianos em solo nacional.O Brasil tem o mesmo acordo com diversos países. Conheça alguns deles:

1. Itália

Com o decreto assinado nesta semana, a CNH brasileira deixa de ser válida para fins de circulação no território italiano um ano após o condutor obter residência legal no país. Já o documento italiano para motoristas circularem no Brasil deixa de ser válida 180 dias depois da entrada no país. 

2. Uruguai

É preciso cuidado: o motorista flagrado dirigindo sob efeito de álcool está sujeitos a multas, retenção da carteira de habilitação e apreensão do veículo. Em caso de recusa ao teste de bafômetro, vale a palavra da autoridade policial.

3. Estados Unidos

É possível alugar veículo e dirigir apenas com a habilitação brasileira em viagem de turismo, porém o Itamaraty recomenda que se obtenha a Permissão Internacional para Dirigir (PID) no Brasil antes de viajar. Os dois documentos devem ser apresentados conjuntamente.

4. Colômbia

Brasileiros a turismo na Colômbia podem apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) brasileira, que será válida e admitida para dirigir por lá durante o prazo de permanência autorizado no momento de entrada no país. Opção: os táxis podem ser encontrados facilmente e a custo baixo.

5. Venezuela

Além de usar a CNH brasileira, outra opção é o aluguel de veículos no país. O preço praticado é equivalente ao do Brasil, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores.

6. Panamá

Os motoristas brasileiros podem usar a CNH no território por até 90 dias. Depois será necessário obter um documento de habilitação panamenho. Cidadãos que não tenham documento em mãos estão sujeitos a multas, interrogatórios e detenção.

7. Marrocos

A CNH é válida no país por até um ano. Após esse período, cidadãos brasileiros deverão ser aprovados no exame marroquino para obtenção de carteira de habilitação local.

8. Espanha

A CNH brasileira é aceita no país quando acompanhada de permissão internacional para dirigir. Vale destacar que, assim como no Brasil, as autoridades espanholas também têm tolerância zero em relação a qualquer porcentagem de álcool no sangue ao conduzir.

9. Cuba

A habilitação brasileira é válida por até seis meses contados da entrada do cidadão no país. A rede rodoviária total de Cuba é de aproximadamente 68.395 km de vias e existem duas vias que atravessam todo o território: a Rodovia Central e a Autopista Nacional.