Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.712,13
    +357,88 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Brasileiros já podem usar FGTS para comprar ações da Eletrobras

Site da Eletrobras
Os preços das ações serão definidos somente no dia 9 de junho

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • Trabalhadores podem manifestar interesse em comprar ações da Eletrobras a partir de hoje (3);

  • Recursos do FGTS podem ser destinados para a compra;

  • Prazo vai até dia 8 de junho; compra efetiva só acontecerá após o leilão da estatal.

Os trabalhadores com carteira assinada podem, a partir desta sexta-feira (3), usar os recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para manifestar interesse na compra de ações da Eletrobras. O prazo vai até dia 8 de junho, próxima quarta-feira.

Por enquanto, os brasileiros só confirmarão a intenção de adquirir as ações, sendo que a compra efetiva deve acontecer apenas depois que a companhia elétrica for a leilão. A estatal está em processo de privatização, o que permitirá que o governo federal reduza sua participação de 72% para, no máximo, 45%. As informações são do Diário de Pernambuco.

Para reservar as ações, é necessário acessar as páginas de bancos e corretoras que mantém Fundos Mútuos de Privatização ligados ao FGTS (FMP-FGTS). Os preços das ações serão definidos somente no dia 9 de junho.

O trabalhador pode gastar a partir de R$ 200 do FGTS no processo, contanto que os valores não ultrapassem a metade do saldo total que ele possui na conta. Ou seja: se a pessoa tem R$ 40 mil, só pode destinar R$ 20 mil na compra.

Quem tem mais de uma conta no FGTS pode usar até 50% do saldo de cada uma.

Como consultar os valores?

A consulta do saldo e a simulação do investimento são feitas no aplicativo FGTS. Também será possível, nas agências da Caixa, consultar o saldo disponível para aplicação em FMP (Fundo Mútuo de Privatização), simular a aplicação e autorizar uma corretora a efetuar e fazer a reserva dos valores que serão investidos.

Vale destacar que o trabalhador também precisará acessar o app FGTS e autorizar a instituição a consultar o saldo de sua conta vinculada do Fundo e a realizar a reserva dos valores.

Veja abaixo o passo a passo para a consulta:

  1. Acesse ou baixe o app FGTS em seu celular (para quem já baixou, é necessário atualizar)

  2. Clique em "Entrar no aplicativo"

  3. Informe seu CPF e vá em "Continuar"; se for preciso, clique nas imagens pedidas e, depois, em "Verificar"

  4. Informe a senha e clique em "Entrar"

  5. Na tela inicial, abaixo, à direita, há quatro quadradinhos onde se lê "Mais"; clique sobre eles

  6. Na tela seguinte, escolha "Simulador de Aplicação no FMP - FGTS"

  7. A próxima página trará orientações sobre a simulação; role a tela para baixo e clique em "Ir para o simulador"

  8. Selecione "FMP Eletrobras" e, depois, vá em "Continuar"

  9. Aparecerá o valor que será possível investir

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos