Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.909,03
    -129,08 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.867,15
    +618,13 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,56
    -0,36 (-0,55%)
     
  • OURO

    1.837,20
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    55.653,50
    -3.038,24 (-5,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,14
    -97,15 (-6,22%)
     
  • S&P500

    4.188,43
    -44,17 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    34.742,82
    -34,94 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.123,68
    -6,03 (-0,08%)
     
  • HANG SENG

    28.135,28
    -460,38 (-1,61%)
     
  • NIKKEI

    28.895,59
    -622,75 (-2,11%)
     
  • NASDAQ

    13.205,50
    -151,25 (-1,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3599
    +0,0197 (+0,31%)
     

Brasileiros declararam R$ 31 milhões em operações com criptomoedas à Receita Federal

Paulo Alves

Brasileiros declararam à Receita Federal mais de R$ 31 milhões em operações com criptomoedas em 2021.

O valor é referente às declarações recebidas pela Receita emitidas por 772.691 CPFs e 8.673 CNPJs até o final de fevereiro, e levam em conta os números dos dos primeiros meses do ano.

O valor foi parecido em ambos os meses: R$ 15.323.810 em janeiro e R$ 15.939.120 em fevereiro, totalizando pouco mais de R$ 31,2 milhões.

O valor é mais do dobro registrado em declarações realizadas no mesmo período de 2020, quando brasileiros informaram R$ 13.487.220 em operações com criptomoedas à Receita.

Praticamente a metade dos valores é proveniente de negociações com Bitcoin: R$ 15,08 milhões em janeiro e fevereiro. Em seguida vêm os trades com USDT, stablecoin pareada ao dólar: foram R$ 6,54 milhões no período, indicando possível busca do brasileiro por proteção contra a depreciação do real.

bitcoin btc brasil
bitcoin btc brasil

A criptomoeda com o terceiro maior volume de operações declaradas à Receita é a ETH, que acaba de atingir o recorde de US$ 3.100 e somou R$ 3,1 milhões em declarações no Brasil. Na sequência aparece a XRP, que rendeu R$ 1,33 milhões em trades para brasileiros até o segundo mês de 2021.

Os números também envolvem declarações de pessoas físicas e jurídicas que têm ativos em exchanges nacionais ou estrangeiras. A Receita não detalha exatamente quais foram as corretoras mais usadas. Do total declarado, cerca de 83% (R$ 26 milhões) foram transacionados em exchanges nacionais.

Do restante, pouco mais de R$ 1 milhão são provenientes de operações em corretoras estrangeiras, e R$ 1,46 milhões de transações sem uso de exchanges.

As declarações são provenientes do cumprimento por parte de contribuintes com a Instrução Normativa RFB 1.888/2019, que obriga o informe de operações à Receita Federal desde que a operação ultrapasse R$ 30 mil no mês.

Segundo o órgão, os valores divulgados até aqui ainda não trazem eventuais correções feitas pela RFB, portanto são passíveis de erros, seja no preenchimento ou de eventual declaração parcial pelo contribuinte.

O artigo Brasileiros declararam R$ 31 milhões em operações com criptomoedas à Receita Federal foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.