Mercado abrirá em 1 h 39 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,02
    +0,73 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.767,70
    +3,90 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    43.399,53
    -893,22 (-2,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.087,82
    -46,56 (-4,10%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.984,55
    +80,64 (+1,17%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.121,00
    +111,50 (+0,74%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Brasileiro que defendeu seleção da Alemanha revela 'bronca' com Jurgen Klinsmann: 'Ele sempre fazia isso'

·2 minuto de leitura


O Resenha ESPN desta semana recebe Kevin Kuranyi e Paulo Rink, ex-jogadores da seleção alemã, que falaram sobre suas passagens representando a equipe e a não convocação para a Copa do Mundo DE 2006. O programa apresentado por André Plihal, com participações de Djalminha e Fábio Luciano, será destaque da programação da ESPN Brasil nesta sexta-feira, a partir das 22h.

+ Veja a tabela do Brasil no futebol masculino em Tóquio

Natural do Paraná e revelado pelo Athlético Paranaense, Paulo Rink foi um centroavante que marcou época atuando pelo Bayer Leverkusen. O atleta se naturalizou alemão no final da década de 1990 e defendeu o país na Copa das Confederações de 1999 e na Eurocopa de 2000.

Já Kevin Kuranyi foi um atacante de expressão atuando na Bundesliga por Stuttgart e Schalke 04. O atleta, que defendeu a seleção alemã comandada por Jurgen Klinsmann e posteriormente por Joachim Low, disputou as Eurocopas de 2004 e 2008, além da Copa das Confederações de 2005. Kuranyi relembrou a chegada de Jurgen Klinsmann no comando da seleção alemã.

- Quando o Klinsmann chegou na seleção foi muito bom. Depois de alguns jogos, ele me colocou na roda dos capitães do time, junto com o Oliver Kahn, Michael Ballack e Lehmann. Isso me ajudou muito - falou o ex-atacante, que encerrou a carreira em 2017.

E mesmo com moral com o elenco alemão na época, Kuranyi comentou que acabou ficando de fora da Copa do Mundo, motivo que ele mesmo não entende até hoje.

- Único problema é que ele me tirou da Copa do Mundo de 2006. Eu não estava lesionado, foi uma escolha mesmo. Ele sempre fazia isso parece. Na seleção dos Estados Unidos, ele cortou um dos principais nomes, o Donnavan. Acho que ele fazia isso para impor respeito e eu fui o escolhido da vez - completou.

Resenha ESPN recebe ex-brasileiros da seleção alemã
Resenha ESPN recebe ex-brasileiros da seleção alemã

(Foto: Reprodução/ESPN)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos