Mercado fechado

Brasileirão: Confira os melhores ataques na era dos pontos corridos

O Cruzeiro se destacou em 2003 e 2013 (Douglas Magno/Brazil Photo Press/LatinContent via Getty Images)

Desde 2003 o Campeonato Brasileiro de Futebol é disputado no formato de pontos corridos. Nesse meio tempo, apenas o número de times mudou: 24 nos dois primeiros anos, 22 em 2005 e, de 2006 em diante, 20. Ou seja: quem estava com a pontaria afiada entre 2003 e 2005 teve a vantagem de jogar mais partidas.

Já está seguindo o Yahoo Esportes no Instagram? Clique aqui! 

Dito isso, vamos aos melhores ataques do Brasileirão de pontos corridos:

Santos de 2004

O “benefício” de ter disputado 46 e não 38 partidas não diminui o mérito do campeão brasileiro de 2004, treinado por Vanderlei Luxemburgo: o recorde de 103 gols marcados dificilmente será repetido no formato com 20 clubes. Para não deixar dúvidas sobre o poder de fogo dessa equipe, ela tem a maior média de gols marcados na era dos pontos corridos: aproximadamente 2,24 por jogo.

Leia também

Cruzeiro de 2003

O primeiro campeão brasileiro da era dos pontos corridos também foi treinado por Vanderlei Luxemburgo e leva a medalha de prata entre os melhores ataques do pontos corridos por apenas um gol: marcou 102 em 46 rodadas (aproximadamente 2,22 por jogo). No entanto, foi o único time na história a alcançar três dígitos no número de pontos conquistados: fez exatamente 100.

Santos de 2003 e Atlético-PR de 2004

Brasileirão de pontos corridos com 24 equipes fez tanta diferença que a terceira colocação entre os melhores ataques é dividida entre dois vice-campeões: tanto o Santos de 2003 quanto o Atlético-PR do ano seguinte marcaram 93 gols. No caso do rubro-negro paranaense, 34 foram marcados por Washington, recorde na história do torneio.

Corinthians de 2005

No último ano antes de o número de equipes ser fixado em 20, o campeão Corinthians “aproveitou” para completar o pódio dos melhores ataques entre equipes campeãs do Brasileirão de pontos corridos, marcando 87 gols em 42 partidas. A polêmica remarcação de 11 partidas (2 envolvendo o Corinthians) não influenciou no número de gols marcados pelo alvinegro paulista.

Palmeiras de 2005

O alviverde paulista terminou apenas em quarto lugar, mas não teve o que reclamar de seu poderio ofensivo: foram 81 gols em 42 partidas, apenas seis a menos que o campeão, o arquirrival Corinthians. Sendo assim, merece um lugar na lista.

Cruzeiro de 2013

Tal como ele próprio 10 anos antes, o Cruzeiro sobrou em campo e conquistou a taça com quatro rodadas de antecedência. A distância para os adversários fica clara também no número de gols marcados: 77 em 38 jogos, a melhor marca do Brasileirão de 20 clubes e única vez em que uma equipe superou a média de dois gols por jogo desde 2006.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter |Flipboard |Facebook |Spotify |iTunes |Playerhunter