Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.684,02
    -1.201,38 (-1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Brasileira ganha R$ 13 milhões com venda de brigadeiros nos EUA

·2 minuto de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • Nos últimos 12 meses, a TinyB, empresa de brigadeiros e doces, faturou R$ 13 milhões;

  • Situada no Vale do Silício, nos Estados Unidos, empresas como Facebook e Google já foram clientes;

  • Uma das formas de expandir o negócio foi a criação de cursos de brigadeiros.

Brasileiros amam brigadeiros, e Renata Stoica, dona da TinyB, empresa que vende as iguarias nos Estados Unidos, transformou essa paixão em um negócio lucrativo. Nos últimos 12 meses, a marca, que é localizada no Vale do Silício e que já atendeu corporações como Facebook e Google, faturou US$ 2,4 milhões, ou seja, R$ 13 milhões.

A história da empresária brasileira com seu empreendimento começou em 2013, quando, aos 44 anos, decidiu se mudar para os Estados Unidos a fim de acompanhar o marido norte-americano.

Leia também:

Previamente, no Brasil, Stoica havia trabalhado como enfermeira. Contudo, a ideia de uma empresa de brigadeiros viria em uma conversa com sua amiga, assim como pela constante feitura dos doces em ocasiões especiais com convidados.

Entres os desafios iniciais para a criação da empresa estava a falta de matérias-primas, como o leite condensado, por preços baixos. O problema foi apenas resolvido após constantes buscas de fornecedores no Google.

Oficializado em 2014, o negócio da Stoica começou na cozinha da própria casa. Produzidos os produtos, a empresária os levava para as cafeterias e os restaurantes. Contudo, foi apenas em 2017, e com muita persistência, que os ventos mudaram. Na época, a marca de brigadeiros foi convidada por outra empresa para elaborar um workshop do doce.

Nesse momento, a empresária percebeu um nicho, que é o de integração entre funcionários de corporações e o uso de comidas e doces como parte desse processo. Dessa forma, a TinyB se tornou conhecida no setor.

Com a pandemia afetando os negócios, uma das saídas da empresa foi elaborar cursos online de brigadeiro, assim como a extensão na oferta de produtos, produzindo também cookies.

Atualmente, a TinyB conta com 40 funcionários, e a expectativa é de que o negócio, e seu produto principal, cresçam.

As informações são do Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos