Brasilagro inicia cotação na Bolsa de Nova York

Nova York, 8 nov (EFE).- A BrasilAgro iniciou nesta quinta-feira a negociar suas ações na Bolsa de Nova York por meio das chamadas ADRs (American Despositary Receipts), com o que se tornou a primeira empresa do país a estrear no pregão nova-iorquino em três anos.

"Este é um momento emocionante para nossa companhia", assegurou hoje em comunicado o executivo-chefe da empresa, Julio Piza, que acrescentou que "ganhar exposição para nossas ADRs no mercado dos Estados Unidos é uma meta".

Com a ajuda do Bank of New York Mellon como banco depositário, a Brasilagro colocou na Bolsa de Nova York suas ADRs, que representam cada uma das ações que cota na Ibovespa, motivo pelo qual esta não representa uma nova emissão de ações nem uma arrecadação de fundos.

As ADRs são instrumentos financeiros requeridos a qualquer entidade estrangeira que quer emitir suas ações na bolsa nova-iorquina e as da empresa brasileira dispararam hoje 9,41%, cotadas a US$ 4,65.

A Brasilagro se transforma assim na primeira empresa agrícola brasileira a cotar no pregão nova-iorquino e é, além disso, a primeira companhia do país que estreia na Bolsa de Valores americana em três anos.

Para realizar a estreia da companhia em Wall Street, onde suas ADRs cotam sob o símbolo "LND", seu presidente, Eduardo Elsztain, foi o encarregado de fazer soar o tradicional sino com o qual iniciam contratações na cerimônia de abertura da Bolsa de Nova York. EFE

tme/rsd

(foto) (vídeo)

Carregando...