Mercado abrirá em 1 h 59 min
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,55
    -1,42 (-1,97%)
     
  • OURO

    1.759,40
    +8,00 (+0,46%)
     
  • BTC-USD

    44.590,88
    -3.435,44 (-7,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.112,61
    -112,92 (-9,21%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.844,24
    -119,40 (-1,71%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.173,50
    -152,50 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1886
    -0,0108 (-0,17%)
     

Brasil bate México nos pênaltis e enfrentará Espanha na final do futebol masculino em Tóquio

·1 minuto de leitura
Santos pega pênalti batido por Eduardo Aguirre durante vitória do Brasil sobre o México na semifinal da Olimpíada de Tóquio

Por Simon Evans

SAITAMA, Japão (Reuters) - A seleção brasileira masculina de futebol, atual campeã olímpica, se classificou na manhã desta terça-feira para a final dos Jogos de Tóquio, quando enfrentará a Espanha, ao derrotar o México por 4 x 1 nos pênaltis, após empate em 0 x 0 no tempo regulamentar e na prorrogação.

O Brasil esteve perto de resolver a partida dentro de 90 minutos quando Richarlison acertou a trave com uma cabeçada aos 37 minutos do segundo tempo.

Mas, na disputa de pênaltis, os brasileiros garantiram a vaga na final. O goleiro Santos fez boa defesa na cobrança de Eduardo Aguirre e, depois que o mexicano Johan Vasquez acertou a trave, o Brasil só precisou manter a calma.

A cobrança decisiva foi de Reiner, depois que Daniel Alves, Gabriel Martinelli e Bruno Guimarães acertaram seus chutes.

O Brasil enfrentará na decisão de sábado a Espanha, que se classificou após vencer o Japão por 1 x 0, com gol de Marco Asensio na prorrogação.

O Japão fez um jogo equilibrado com a Espanha, atuando com criatividade no ataque e força na defesa sem a bola, e esteve a cinco minutos de levar o jogo para a disputa de pênaltis.

Com o gol de Asensio, jogador do Real Madrid, na prorrogação, a Espanha buscará repetir a medalha de ouro conquistada em Barcelona 1992, mas enfrentará o campeão dos Jogos do Rio, há cinco anos.

(Reportagem de Simon Evans)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos