Mercado fechará em 5 h 54 min
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,02
    +0,14 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.929,70
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    23.522,73
    -284,55 (-1,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    537,33
    -7,99 (-1,46%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.852,13
    +31,97 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.725,00
    -121,75 (-0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5491
    +0,0594 (+1,08%)
     

Brasil vai sediar conferência global de autoridades da concorrência

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O Brasil vai sediar, no próximo ano, a conferência anual da ICN (International Competition Network), o fórum que reúne agências antitruste de todo o mundo.

A escolha do país foi feita nesta quarta (18) em reunião do grupo diretor da entidade.

Além do brasileiro Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), também são membro da ICN o Competition Bureau (do Canadá) e a FTC (Federal Trade Comission), órgão americano de proteção dos consumidores.

A disputa para sediar a conferência foi com o CMA (Competition and Markets Authority), entidade reguladora do mercado no Reino Unido, que também faz parte do fórum.