Mercado fechado

Brasil tem 38 milhões de pessoas na informalidade

·2 min de leitura
Informalidade é a saída dos brasileiros frente a crise econômica agravada pela pandemia de Covid-19 (Ricardo Funari/Getty Images)
Informalidade é a saída dos brasileiros frente a crise econômica agravada pela pandemia de Covid-19 (Ricardo Funari/Getty Images)
  • O número de trabalhadores com emprego informal cresceu entre os setembro e novembro de 2021;

  • Número representa 40% da força de trabalho ativa do país;

  • Vagas com carteira assinada também cresceu no período.

Nesta sexta-feira (28/01) o IBGE (Instituto Brasileiro de Economia e Estatística) publicou os dados da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). Os dados apresentam a situação do mercado de trabalho, educação e renda, por exemplo.

Segundo a Pnad Contínua há cerca de 38,578 milhões de pessoas trabalhando de forma informal até novembro de 2021. O número representa uma queda se comparado aos 38,845 milhões de pessoas na informalidade em novembro de 2020.

Leia Mais:

Com esse resultado, aproximadamente 40,6% dos trabalhadores brasileiros são informais, se sustentam por meio de bicos, freelas, contratos em pessoa jurídica.

Entre outubro e novembro de 2021 foram criadas 1,372 milhão de vagas informais, um aumento de 3,7% se comparado com o trimestre anterior. Se comparado ao mesmo período de 2020 foram 5,037 milhões a mais de pessoas em trabalhos informais.

Pessoas autônomas, que trabalham por conta própria e entra na conta da informalidade, são 25,841 em novembro de 2021.

Com empresas fechadas por conta do distanciamento social imposto pela pandemia do novo corona vírus, as pessoas se viram obrigadas a procurar empregos informais para pagar suas contas e se alimentar.

Segundo o IBGE são 34,224 milhões de pessoas com trabalho assinado em carteira em novembro do ano passado. O número de vagas em empregos formais cresceu 1,33 milhão, um aumento de 4,0% entre os meses junho e agosto de 2021. Já em comparação com os meses de setembro e novembro de 2020 o aumento foi de 8,4%, um total de 2,645 milhões de vagas no mercado formal de trabalho.

O Instituto utiliza outra metodologia do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), feito pelo Ministério do Trabalho, e que será divulgado na semana que vem.

Com informações do Estadão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos