Mercado fechará em 5 h 45 min
  • BOVESPA

    127.861,16
    -1.403,80 (-1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.111,61
    -204,08 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    -0,15 (-0,20%)
     
  • OURO

    1.775,90
    -7,00 (-0,39%)
     
  • BTC-USD

    29.420,43
    -3.487,08 (-10,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    695,32
    -99,01 (-12,46%)
     
  • S&P500

    4.224,86
    +0,07 (+0,00%)
     
  • DOW JONES

    33.815,20
    -61,77 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.078,27
    +15,98 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.155,50
    +25,50 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9916
    +0,0163 (+0,27%)
     

Temendo mais variantes do coronavírus, Brasil suspende voos de Índia, Reino Unido e África do Sul

·2 minuto de leitura
Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images
Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images

O governo brasileiro anunciou, nesta sexta-feira (14), a suspensão temporária de voos vindos da Índia, da África do Sul e do Reino Unido, devido ao risco de propagação da variante do coronavírus identificada no país asiático como B.1.617 e classificada de preocupação global pela OMS (Organização Mundial da Saúde). 

A medida vale por 14 dias e busca evitar o impacto epidemiológico que a nova cepa poderia causar no Brasil, que, segundo iniciativa do consórcio de veículos de imprensa, alcançou nesta sexta a marca de 432.785 óbitos e 15.521.313 casos de Covid-19

Leia também

A suspensão dos voos, segundo portaria publicada na edição extra do Diário Oficial desta sexta, segue uma recomendação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

"Fica suspensa, em caráter temporário, a autorização de embarque para a República Federativa do Brasil de viajante estrangeiro, procedente ou com passagem pelo Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, pela República da África do Sul e pela República da Índia nos últimos quatorze dias", diz a portaria. 

A medida não se aplica à operação de voos de carga, que devem ser manipuladas por trabalhadores paramentados com equipamentos de proteção individual. A determinação foi assinada pelos ministros Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil), Anderson Gustavo Torres (Justiça e Segurança Pública) e Marcelo Queiroga (Saúde). 

A B.1.617 tem se alastrado no país asiático, provocando números recordes de infecção e morte por Covid-19. Mais de 22 milhões de indianos já contraíram o coronavírus, e as mortes diárias estão em torno de 4.000. 

Fora da Índia e do Reino Unido, subtipos da variante já foram sequenciados na Áustralia, Singapura, Estados Unidos, Alemanha e Rússia, de acordo com o acompanhamento do Centro de Vigilância de Patógenos Genômicos em South Cambridgeshire. 

Sete variantes preocupam o Brasil

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Agora são sete as variantes de preocupação: duas identificadas no Brasil (P.1 e P.2), a britânica, sul-africana, a californiana, a nova-iorquina e a indiana. 

O subtipo da variante indiana identificado como B.1.617.2 preocupa governo, cientistas e população no Reino Unido e já se coloca como principal obstáculo para a volta da Inglaterra à vida normal. Os primeiros indícios são de que a variante pode ser até "50% mais transmissível" que a linhagem B.1.1.7, hoje predominante entre os casos de Covid-19 registrados entre os britânicos. 

Em entrevista nesta sexta, a líder técnica para Covid-19 da OMS, Maria van Kerkhove, afirmou que "a pandemia ainda não terminou e as variantes provocam muita incerteza". O risco de caos hospitalar e mais mortes existe mesmo com o avanço da imunização, de acordo com os especialistas, porque, além de nem todos estarem vacinados, falta clareza científica a respeito da eficácia dos imunizantes em relação às variantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos