Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,30 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.872,00
    +31,80 (+1,73%)
     
  • BTC-USD

    34.959,20
    +559,23 (+1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    693,03
    -7,58 (-1,08%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    29.962,47
    +320,19 (+1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.523,26
    -110,20 (-0,38%)
     
  • NASDAQ

    13.290,50
    +305,00 (+2,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4052
    -0,0934 (-1,44%)
     

Brasil registra 31.100 novos casos de Covid-19; taxa de contágio volta a subir

Por Gabriel Araujo
·1 minuto de leitura
Paciente com Covid-19 no Brasil

Por Gabriel Araujo

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou nesta terça-feira 31.100 novos casos da doença provocada pelo novo coronavírus, com o total de infecções confirmadas atingindo 6.118.708, informou o Ministério da Saúde, em momento em que a taxa de transmissão da doença no país retoma viés de alta.

Também foram notificados 630 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 170.115, acrescentou a pasta.

Dados publicados pelo Imperial College de Londres nesta terça-feira indicaram que a taxa de contágio do coronavírus no Brasil atingiu 1,3 nesta semana, ante 1,1 na semana anterior. O índice permaneceu por várias semanas abaixo da marca de 1.

A taxa de 1,3 significa que cada 100 pessoas com o vírus contaminam outras 130, o que representa um aumento da disseminação da doença. Quando está abaixo de 1, o índice aponta para uma desaceleração do contágio.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.